UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/15/conselho-do-inter-aprova-contrato-e-clube-firma-acordo-por-obras-do-beira-rio.htm
  • Conselho do Inter aprova contrato e clube firma acordo por obras do Beira-Rio
  • 31/10/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Conselho do Inter aprovouu a parceira com a A. Gutierrez para a reforma do Beira-Rio

Conselho do Inter aprovouu a parceira com a A. Gutierrez para a reforma do Beira-Rio

15/12/2011 - 23h50

Conselho do Inter aprova contrato e clube firma acordo por obras do Beira-Rio

Jeremias Wernek
Em Porto Alegre

O ócio no canteiro de obras na Avenida Padre Cacique, em Porto Alegre, já tem data para terminar. Nesta quinta à noite o Conselho Deliberativo do Internacional aprovou o contrato de parceria com a construtora Andrade Gutierrez. Assim, a empresa assume a reformulação do estádio Beira-Rio e volta a ativar as máquinas em até trinta dias. Foram 229 votos a favor da parceria e 47 contra e sete abstenções. Uma aprovação com 82,9%

Foi uma reunião com quórum abaixo do esperado. Dos 345 conselheiros aptos a votar, apenas 283 foram até o salão nobre do Beira-Rio para decidir. Com mais de 50% dos votos, o colorado tem o aval para assinar o contrato com a empreiteira. Serão 20 anos de parceria, com divisão de receitas em publicidade estática e áreas comerciais no entorno do estádio.

A aprovação era uma tendência, pois a atual diretoria possui maioria dentro do CD. O grupo contrário ao acordo, no entanto, se esforçou. Na chegada para a reunião promoveu um protesto e distrubuiu um manifesto por escrito, encabeçado pelo ex-presidente Vitório Piffero. Durante a apreciação, os grupos entraram em conflito. Uma dupla de dirigentes trocou empurrões e foi contida pelos seguranças.

"Os conselheiros estudaram, votaram da forma como entendiam melhor e foi uma reunião que mostra a maturidade do Conselho Deliberativo do Inter. E eu espero que todos, todos mesmo, independente da forma que votaram, que estejamos unidos para levar adiante e sermos exemplo durante a  Copa do Mundo", discursou o presidente Giovanni Luigi, que centralizou as negociações de seis meses com a Andrade Gutierrez.

O projeto, paralisado desde junho, tem orçamento de 290 milhões de reais. A Andrade Gutierrez vai arcar 20% da quantia. Dos cofres do clube gaúchos sairão 48 milhões. O restante do valor ficará por conta de parceiros – que ainda estão sendo captados pela empresa.

O clube gaúcho ainda não tem uma data para assinar o documento, mas a ação deve ocorrer antes do natal. "Tenho a convicção que em 25 de janeiro [na pré-Libertadores], quando jogarmos aqui, estaremos no meio de obras", afirmou Luigi. O preto no branco, no entanto, não é a garantia final.

No contrato, a Andrade Gutierrez tem o período de até 100 dias para desistir do negócio. A saída pode ocorrer pela não obtenção de financiamento junto ao BNDES.

Placar UOL no iPhone