UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/07/tubulacao-de-800-metros-para-substituir-dutos-da-transpetro-comeca-a-chegar-ao-itaquerao.htm
  • Tubulação de 800 metros para substituir dutos da Transpetro começa a chegar ao Itaquerão
  • 31/10/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Por acordo assinado com o MPF, Corinthians é obrigado a realizar a transposição

Por acordo assinado com o MPF, Corinthians é obrigado a realizar a transposição

07/12/2011 - 14h40

Tubulação de 800 metros para substituir dutos da Transpetro começa a chegar ao Itaquerão

Vinícius Segalla
Em São Paulo

Começaram a chegar nesta quarta-feira ao canteiro de obras do estádio que o Corinthians está construindo em Itaquera, na zona Leste de São Paulo, a tubulação que será instalada na área oeste do terreno para transpor os dutos da Transpetro que passam pelo local onde está sendo erguido o estádio.

São mais de 800 metros de tubos, que  primeiro serão soldados e depois assentados numa vala que começará a ser aberta nos próximos dias. A função dos dutos é conduzir produtos petroquímicos da Transpetro. Há duas linhas de tubos no local, de 24 e 22 polegadas. A conclusão desse processo deverá acontecer em até 75 dias e está sob a responsabilidade da empresa SACS.

No dia 11 de novembro, o Corinthians assinou um compromisso e entregou ao Ministério Público Federal de arcar com todos os custos de remoção dos dutos da Transpetro (subsdiária da Petrobras) que passam pelo terreno onde o clube está construindo o Itaquerão, que será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014.

Além disso, o clube também se comprometeu a pagar a transferência dos cabos de fibra ótica presentes no local e de propriedade da Petrobras, assim como todos ônus, obrigações e responsabilidades do processo, como obter dos órgãos públicos, ambientais e proprietários as autorizações necessárias para a transferência.

A Transpetro estima que o custo de toda operação alcance R$ 30 milhões. Já dirigentes do Corinthians deram declarações na imprensa prevendo um custo entre R$ 7 milhões e R$ 10 milhões. De acordo com o clube, este valor estaria embutido no orçamento geral da obra do Itaquerão, de R$ 820 milhões (sem contar o que será gasto pelo governo de São Paulo para construir 20 mil arquibancadas móveis, operação avaliada em R$ 70 milhões pela Oderbrecht, empreiteira responsável pela obra).

O termo de ajuste que o Corinthians assinou foi proposto pelo Ministério Público Federal, e prevê ainda que a Transpetro seja ressarcida em R$ 130 mil pelo que teve que dispender na produção de estudos técnicos necessários à remoção, inclusive licenças (ambientais e outras), elaboração e controle do processo, análise técnica do projeto e gastos com pessoal para acompanhamento da obra.

As obras do Itaquerão
As obras do Itaquerão

O valor deve ser quitado em parcelas até o final do trabalho de remoção. Não há um prazo estabelecido para o fim dos trabalhos, mas o próprio Corinthians se encarregará de acelerar o processo, já que, a partir de uma determinada fase da obra, será impossível dar andamento aos trabalhos sem efetuar a remoção.

A obra do estádio do clube marca 2.070 estacas cravadas, de um total de 3.200, que serão colocadas até janeiro de 2012. Também foram executados mais de 380 blocos de concreto e instalados 30 pilares do futuro estádio, que tem 20% de avanço de obras.

 

Placar UOL no iPhone