UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/12/07/deputados-preparam-protesto-na-camara-contra-bebidas-alcoolicas-nos-estadios.htm
  • Deputados preparam protesto na Câmara contra bebidas alcoólicas nos estádios
  • 22/01/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Na Copa de 2010, como em todas as outras, a cerveja era permitida nos jogos

Na Copa de 2010, como em todas as outras, a cerveja era permitida nos jogos

07/12/2011 - 19h41

Deputados preparam protesto na Câmara contra bebidas alcoólicas nos estádios

Vinícius Segalla
Em São Paulo

A Comissão Especial sobre o Consumo de Bebidas Alcoólicas, da Câmara dos Deputados, aprovou nesta quarta-feira uma moção de repúdio à liberação da venda de bebidas alcoólicas em estádios durante a realização da Copa do Mundo de futebol de 2014.

Na última terça-feira, o relator da Lei Geral da Copa na Câmara, Vicente Candido (PT-SP), incluiu no texto do projeto a permissão para a venda e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios durante os jogos da Copa.

O texto do relator será votado na comissão especial que o analisa na próxima terça e, ainda na semana que vem, será votado no plenário da Câmara. Para esta votação, os parlamentares da comissão de bebidas alcoólicas estão preparando um "movimento de protesto", que levará faixas e cartazes ao plenário da Câmara, segundo planeja o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), relator da comissão. 

"Nossa comissão está há quatro meses estudando o problema do excesso de consumo de álcool no país e entendemos que a liberação das bebidas alcoólicas nos estádios durante a Copa é um retrocesso. O governo federal assumiu este compromisso com a Fifa, mas o Congresso Nacional é soberano e pode decidir de outra maneira", diz Macris.

A nota de repúdio divulgada nesta quarta traz as assinaturas de 14 deputados federais, de seis partidos diferentes, entre eles PSDB, PT, DEM, PC do B e PSD.

"Mas este movimento já conta com outras adesões. Na votação da Lei Geral da Copa, na semana que vem, estaremos com faixas e cartazes contra a medida, e o partido apresentará um destaque para se votar em separado a liberação das bebidas. Acredito que podemos derruba-la", afirma o deputado.

A nota de repúdio desta terça foi publicada logo após audiência pública em que o grupo ouviu o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, sobre as ações do governo federal no combate ao álcool, o crack e outras drogas.

O ministro detalhou o Plano de Enfrentamento ao uso do Crack e outras Drogas, lançado nesta quarta, no Palácio do Planalto, e afirmou ser contrário às bebidas alcoólicas nos estádios da Copa.

Obras para a Copa de 2014
Obras para a Copa de 2014

Placar UOL no iPhone