UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/copa-2014/ultimas-noticias/2011/10/16/ong-pra-frente-brasil-denunicada-de-fraudar-convenio-com-ministerio-do-esporte.htm
  • Globo denuncia ONG por suspeita de fraude em contrato com Ministério do Esporte
  • 06/06/2020
  • UOL Esporte - Futebol
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte #UOL
  • 2
Tamanho da letra
Mais uma denúncia de fraude atinge ministério de Orlando Silva

Mais uma denúncia de fraude atinge ministério de Orlando Silva

16/10/2011 - 23h07

Globo denuncia ONG por suspeita de fraude em contrato com Ministério do Esporte

Do UOL Esporte
Em São Paulo

Este foi um longo fim de semana para o ministro do Esporte Orlando Silva: denunciado por corrupção em reportagem da revista Veja, o ministro e seu ministério foram temas de outra reportagem de impacto negativo. O Fantástico foi atrás de mais “problemas esportivos”  e encontrou o convênio assinado entre o ME e a ONG Pra Frente Brasil, no valor de R$ 12 milhões.  A entidade é dirigida por Karina Rodrigues, ex jogadora de basquete, vereadora do PCdoB e suspeita de usar empresas de fachada para justificar o repasse do dinheiro público.

          ORLANDO SILVA SOB PRESSÃO

  • Folhapress

    Orlando Silva Jr. recebeu a notícia de que seria capa da revista Veja na última sexta. Ao que parece, o político usou o tempo para repassar o discurso que rechaça a acusação de corrupção e concentrar-se em parecer importunável.

    Mesmo acuado, o ministro do Esporte mostrou-se mais descontraído que de costume e se esforçou para parecer confiante. Leia a matéria completa

“Nos últimos seis anos, a ONG recebeu cerca de R$ 28 milhões do Ministério do Esporte”, afirmou a reportagem. “ Parte desse dinheiro foi repassado a empresa RNC, que é dirigida por Reinaldo Morandi".

Esporte e Ação é outra empresa denunciada por receber cerca de R$ 2 milhões de reais e é dirigida por Marcelo Vilaba. Três membros da família Vilalba fariam parte da ONG de Karina Rodrigues.  As duas empresas teriam recebido R$ 4 milhões da entidade Pra frente Brasil.

Karina, que fez uma longa carreira como pivô em times  do basquete brasileiro, negou que Reinaldo Morandi seja seu funcionário. Mas, por uma câmera escondida, Morandi afirmou que era assessor da vereadora, há muitos anos.

Já em São Paulo,o ministro Orlando Silva se defendeu de mais essa denúncia contra seu ministério:

“Falhas podem acontecer. Nossa função é corrigi-las. Se o programa não atende o número de crianças, vamos analisar e exigir a devolução do dinheiro público”, defendeu-se o ministro. “Vou defender e resguardar minha honra. Ninguém tem mais interesse na verdade que eu”, finalizou o ministro.

A gerente da ONG e vereadora do PCdoB, Karina Rodrigues, ocupa uma cadeira na Câmara de  Jaguariúna, São Paulo. Karina também está pendurada no programa Segundo Tempo, aberto pelo Ministério do Esporte, “para atender 18 mil crianças em todo o Brasil”.

Mas o  Segundo Tempo abriga outras denúncias: o militar João Dias Ferreira, que denunciou um suposto envolvimento do ministro Orlando Silva, do Esporte, com propinas, continuou o tiroteio no domingo, postando em blog mensagens ameaçadoras à reputação de Silva e de outros funcionários do ministério, “que assinaram documentos que você fraudou”, escreveu.

Por trás das denúncias de Dias Ferreira, há uma montanha de dinheiro público esperando convênios que possam gastá-lo, via Ministério do Esporte.  Segundo o blog de José Cruz, o ME deverá gastar em 2012 nada menos que R$ 230 milhões e o carro chefe dos programas de “apoio à Copa 2014” é o Segundo Tempo.

Orlando confirmou que conhece o policial militar Dias Ferreira. “Eu o recebi em meu gabinete, a pedido do Agnelo Queiroz, (atual governador do DF), disse o ministro, sábado (15/10) em coletiva rápida concedida em Guadalajara, México, onde se realizam os Jogos Pan-AmerIcanos”.

João Ferreira Dias dirige uma associação de Kung Fu, em Brasília. Pego em uma esquema de emissão notas fiscais frias, o homem chegou a ser preso e, agora, decidiu contar como o esquema funciona supostamente sob a batuta de Orlando Silva.

Placar UOL no iPhone