UOL Esporte Futebol
 
13/04/2011 - 14h51

Governador mineiro quer descentralizar Fan Fest durante a Copa de 2014

Guyanne Araújo
Em Belo Horizonte
  • Presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o governador Antonio Anastasia em evento da FIFA, em BH

    Presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o governador Antonio Anastasia em evento da FIFA, em BH

Ao participar da abertura do Seminário FIFA Fan Fest, nesta quarta-feira, na capital mineira, o governador de Minas, Antônio Augusto Anastasia, defendeu a extensão dos eventos de transmissão ao vivo dos jogos em locais públicos para cidades do interior. Em princípio, somente as cidades-sedes são contempladas com essas cerimônias.

“Nós teremos uma participação popular mais efetiva durante os jogos, não só nas sedes. Evidentemente os comitês e as organizações locais vão discutir com a FIFA a possibilidade de estender esse evento para um número maior de cidades. Aqui está sendo dado o primeiro passo”, destacou Anastasia.

Para discutir a realização da Fan Fest, evento que transmite os jogos da Copa do Mundo para a população, o presidente do Comitê Organizador Local, Ricardo Teixeira, o governador Antonio Anastasia, o prefeito da capital mineira, Marcio Lacerda, o diretor de marketing mundial da FIFA, Thierry Weil, e representantes das cidades sedes se reuniram no Seminário Fifa Fan Fest, que terminará nesta quinta-feira, em Belo Horizonte.

Ricardo Teixeira destacou a importância das Fan Fest para as pessoas. “São milhares de pessoas reunidas para festejar, para assistir os jogos, uma festa espontânea que só o esporte é capaz de mobilizar” revelou. O presidente do COL e da CBF lembrou que durante as transmissões dos jogos da Copa de 2010, quase 600 mil pessoas, no total, se reuniram para assistir as partidas em dois telões instalados em Copacabana, no Rio de Janeiro.

Em sua fala durante a abertura do seminário, Ricardo Teixeira prometeu que o país fará um grande evento. “Baseado nessa experiência e conhecendo a maneira como o brasileiro se une em torno da Copa do Mundo, tenho certeza que poderemos oferecer ao mundo os Fan Fest mais importantes já vistos”, afirmou.

Segundo ele, esses eventos serão capazes de manifestar a alegria e civismo em uma grande festa. Ricardo Teixeira finalizou sua participação, na abertura do seminário, dizendo que a Copa do Mundo de 2014 será “única” e que ficará na “memória de todos os amantes de futebol”.

O governador Antonio Anastasia tratou o evento como uma organização muito importante, já que a quantidade de pessoas interessadas em acompanhar as partidas será muito maior do que o número de ingressos colocados a venda. Ele destacou ainda o grande número de torcedores que moram em cidades do interior e que não têm a possibilidade de viajar para as capitais.

“As pessoas muitas vezes do interior não poderão se deslocar para a capital Vamos levar esse tipo de evento para permitir uma participação maior. A palavra muito repetida no seminário é “Unic”, singular, único. Uma oportunidade rara na vida das pessoas de participar de um evento como esse”, afirmou o governador.

Anastasia se diz entusiasmado com o resultado do evento que a Fan Fest pode trazer.  “Pela paixão dos brasileiros pelo Futebol, acho que a Fan Fest será um sucesso estrondoso. Estou muito animado, acho que vai ser um sucesso”, complementou.

Luta por abertura

O governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, garantiu que Belo Horizonte está dentro do cronograma para as obras da Copa do Mundo de 2014 e reiterou a luta para sediar a abertura do mundial.

“O mais importante é a nossa luta permanente para ter a abertura da Copa do Mundo, que é pretensão nossa, como já sabido, e deixar a cidade como a melhor sede para a Copa”, enfatizou o governador mineiro.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host