Rodrigo Mattos

Rodrigo Mattos

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
ReportagemEsporte

Corinthians avança em negociação de TV com Liga Forte por antecipação maior

O Corinthians avançou em uma negociação com a Liga Forte União de seus direitos de TV do Brasileiro a partir de 2025. Há uma tendência em favor da LFU por conta do valor de adiantamento maior: R$ 150 milhões. Mas o martelo ainda não foi batido pelo presidente Augusto Melo que já mudou de posição algumas vezes na sua escolha de acordo televisivo.

Do outro lado, a Libra tem a proposta pronta para o Corinthians para adesão do contrato da Globo. O clube alvinegro chegou a sinalizar que iria neste caminho, mas retomou conversas com a LFU no caminho. Aliás, a diretoria corintiana já foi e voltou nessas conversas diversas vezes, tanto que a proposta anterior da LFU até perdeu a validade.

A Liga Forte União é o grupo que reúne 11 clubes da Série A, Internacional, Fluminense, Athletico-PR, Cruzeiro, Vasco, Botafogo, Cuiabá, Atlético-GO, Juventude, Fortaleza e Criciúma.

A proposta feita ao Corinthians tem uma espécie de garantia mínima por meio do adiamento. Parceria da Liga Forte União, a XP oferece um empréstimo no valor de R$ 150 milhões para o Corinthians. Esse valor será descontado das cotas a serem recebidas.

Mas, se o clube tiver performance esportiva inferior, os juros são abatidos para garantir um valor mínimo. O adiantamento é uma forma de o Corinthians resolver seu fluxo de caixa, já que há rombos nas contas.

A Liga Forte União iniciou a venda de seus direitos de TV em uma concorrência. Há conversas em cursos com os principais players tanto em TV Aberta, como streaming como Youtube e canais fechados. A divisão dos direitos foi feita em três pacotes.

O montante a ser recebido pelo Corinthians por ano vai depender do total obtido pela Liga Forte União. Dentro do grupo, a cota é dividida em 45% igual, 25% por audiência e 30% por posição.

Se fechar com o Corinthians, a LFU terá um pacote robusto de jogos de 12 clubes. Mas dificilmente fechará com a Globo para TV Aberta já que há uma limitação financeira (R$ 600 milhões) imposta pelo contrato com a Libra. Há a possibilidade de a Globo comprar um pacote de ppv.

Na Libra, estão reunidos oito clubes da Série A: Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Red Bull Bragantino, Grêmio, Atlético-MG, Bahia e Vitória. Se o Corinthians não entrar no contrato, haverá um desconto de 10% do valor acertado de R$ 1,3 bilhão. Na Libra, o clube alvinegro receberia um adiantamento de aproximadamente R$ 65 milhões, igual aos outros clubes.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Deixe seu comentário

Só para assinantes