PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Como é o plano do Flamengo para atingir o mercado dos EUA

Flamengo tenta expandir sua marca para os EUA - Leo Burlá / UOL Esporte
Flamengo tenta expandir sua marca para os EUA Imagem: Leo Burlá / UOL Esporte
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

29/03/2022 04h00

O Flamengo fechou um acordo com a empresa de marketing esportivo Sportfive para divulgar sua marca principalmente nos EUA. Anunciada no meio de março, a parceria envolve tanto a alimentação de rede sociais com matérias em inglês e espanhol, quanto contratos de patrocínio. É mais um passo do clube para tentar se globalizar.

O clube rubro-negro já tem estratégias para a China, onde fechou um acordo parecido para material em chinês para redes sociais. Outro foco é Portugal com um plano de aquisição de um clube: projeto que está andando de forma mais lenta, mas não parou.

No caso da Sportfive, o foco do Flamengo é aumentar sua presença em redes sociais nos EUA com material em inglês e espanhol. Obviamente, a empresa é remunerada para traduzir o conteúdo produzido pelo clube e também adotar uma estratégia que atenda o mercado norte-americano.

Em paralelo, a Sportfive tem direito de representar o Flamengo na busca por patrocinadores nos EUA. A procura é por empresas globais e já houve negociações com quatro interessados. Neste caso, a empresa teria direito a uma comissão pelo contrato de patrocínio, mas o clube pode descontar esse valor do que pagaria pelos serviços de redes sociais. Não há exclusividade de representatividade.

A parceria com a empresa vai até 2023 por um período de um ano. Mas pode ser renovado caso a Sportfive atinja metas de receita de patrocínio. O conteúdo em espanhol pode ser usado nos EUA, mas, em outros mercados como América do Sul e Espanha, outras empresas podem explorá-lo.

O mercado norte-americano é o maior do mundo esportivo. Por isso, o Flamengo voltou seu foco para o país, assim como já tinha feito com a China anteriormente.

Não há expectativa de que o clube, de uma hora para a outra, vire uma potência global como gigantes europeus. Mas, para se espalhar pelo mundo, o Flamengo entende que precisa dar os primeiros passos e consolidar sua presença no exterior com trabalho constante.