PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

CBF adia prazo para Cruzeiro e Botafogo virarem SAF até a Copa do Brasil

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro) - (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro) Imagem: (Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

25/01/2022 04h00

A CBF adiou o prazo final para os clubes —Cruzeiro, América-MG e Botafogo— transferirem todos os seus direitos esportivos e contratos para as SAFs (Sociedade Anônima do Futebol). Inicialmente, isso teria de acontecer antes do início dos Estaduais em momento sem competições. Mas uma determinação da confederação estendeu o prazo até o início dos campeonatos nacionais, isto é, a Copa do Brasil. O objetivo é que a própria entidade possa resolver burocracias.

O processo de transformação dos clubes em SAF ocorre com a mudança de filiação nas federações estaduais e na CBF. A associação faz uma requisição e as entidades transferem as vagas nas competições (Série A ou B, Copa do Brasil). Além disso, são transportados os contratos dos atletas. O clube associativo fica suspenso.

Esse procedimento tem que ocorrer na interrupção das competições, isto é, do final do Brasileiro até o início dos Estaduais. Mas, com a lei da SAF com pouco tempo, houve dificuldade de adaptação.

Com isso, na semana passada, a diretoria de Registro e Transferência da CBF baixou uma diretriz para os clubes e federações interessados em virar SAF: o documento foi enviado na sexta-feira. A regra permite três opções para a transição, sendo que uma delas é concluir o processo antes da Copa do Brasil. Assim, os clubes iniciam os Estaduais Mineiro e Carioca como associações.

A CBF queria no, início que o clube transferisse contrato por contrato, com aval dos jogadores, o que seria mais demorado. Agora, a entidade vai implantar um sistema para fazer a mudança automática, o que poderá acontecer em 15 dias.

Houve um acerto com a Federação Mineira de Futebol que aceitará que Cruzeiro e América-MG disputem os Estaduais ainda como associações. A estreia é na quarta-feira, dia 26. No Rio, o Botafogo também estava em fase de consultar os documentos necessários para transferir os direitos à SAF. Sua estreia no Estadual será nesta terça-feira.

O Cruzeiro já tem um acordo vinculante com Ronaldo e deve concluir sua venda nos próximos meses. O ex-jogador já controla a gestão do clube em um período de transição. No América-MG, há um acordo inicial com investidor norte-americano Joe DaGrosa ainda não concluído. O Botafogo já tem acordo vinculante com o norte-americano John Textor.

O que não ficou claro é como o clube vai transferir os direitos esportivos e os contratos no meio do Estadual. Ou seja, os clubes vão começar a disputar como associação e acabar como SAF? Qual entidade ficará com os contratos vinculados? É possível que esta informação conste da diretriz da CBF, mas não foi possível ao blog obter os detalhes.