PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

CBF tira jogo do Galo de data-Fifa, impacta tabela e dá explicações

Galo teve partida remarcada - Reprodução / Internet
Galo teve partida remarcada Imagem: Reprodução / Internet
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

03/11/2021 04h00

A fase final do Brasileiro gera uma discussão sobre a marcação de jogos por conta da disputa pela ponta e títulos. A CBF remarcou partida do Atlético-MG, que seria na data-Fifa, para dezembro. Ao mesmo tempo, manteve confrontos do Galo com times finalistas nas semanas das decisões da Libertadores e Sul-Americana. Isso gerou um debate sobre prejuízo ao Flamengo que também quer adiar seus jogos.

Ao blog, a CBF diz que a nova tabela foi a possível dentro de um quadro complexo de encaixe de calendário. Sua intenção prioritária foi que, nas quatro rodadas finais, os times jogassem duas vezes fora e duas em casa. Então, vamos traçar o quadro.

Atlético-MG x Bahia estava originalmente marcado para 14 de novembro, uma data-Fifa. Como não houve adiamentos de jogos, os clubes terão desfalques de seus jogadores convocados por seleções estrangeiras, caso de Galo, Flamengo e Palmeiras. Mas não o Galo já que a partida foi remarcada para o dia 2 de dezembro. Essa data é de "escape" no calendário da CBF, isto é, usada para necessidade de remarcações de jogos.

Havia a possibilidade de a CBF remarcar outra partida do Atlético-MG para dezembro: o confronto diante do Athético-PR, no dia 16/11, na semana em que este disputará a Copa Sul-Americana. Mas o departamento técnico da CBF alega que não seria possível porque quer manter a sequência de dois jogos fora e dois em casa nas rodadas finais do campeonato.

Por meio da assessorai, a CBF explica: "Athletico x Atlético/MG, pela rodada 33, precisará ser em 16/11 por não ter outra data tecnicamente viável, pois São Paulo x Athletico, pela rodada 34 (data da final da Sul-Americana) foi obrigatoriamente remarcado. Caso o jogo remarcado para a data de escape 2 (meio de semana de 01/12) fosse Athlético x Atlético-MG, o Athletico ficaria com três jogos em casa nas quatro últimas rodadas, desequilibrando a reta final; se o jogo remarcado para 01/12 fosse SPA x ATP, o ATP ficaria prejudicado, com três jogos fora nas quatro rodadas decisivas e o SPA seria beneficiado, com três jogos em casa nas quatro últimas; se os dois jogos fossem para o escape (terça e sexta), o SPA continuaria beneficiado."

Outra argumentação da CBF é de que, caso o jogo do Athletico x Atlético-MG fosse remarcado, seria necessário mudar a partida do Red Bull Bragantino, também finalista da Sul-Americana. Isso porque o time de Bragança teria menos tempo para descansar na semana da final.

A confederação alega que dará o mesmo tratamento aos finalistas da Libertadores, com jogos na terça-feira antes da decisão. Esses jogos ainda não estão remarcados. Com isso, o Atlético-MG pegará o Palmeiras na semana da decisão da competição sul-americana.

Ao final, a CBF entende ter mantido a isonomia da tabela: "Com todas as dificuldades teremos uma reta final (4 últimos jogos) com os vinte clubes jogando dois jogos em casa e dois fora." Não comentou o fato de o Galo ser o único time que não jogará na data-Fifa.

Há outra discussão em pedido do Flamengo para estender o Brasileiro até 15 de dezembro, além da data atual do dia 9. Esse movimento parece improvável de se concretizar já que, no dia 15, há a final da Copa do Brasil. O Atlético-MG já se manifestou contra essa extensão.

A CBF alega ter um compromisso com o sindicato dos jogadores para não estender as competições além do meio de dezembro para não afetar as férias. Por isso, negou anteriormente adiamento de rodadas coincidentes com datas-Fifa.

Como conclusão, os times concluirão o campeonato como começaram: uma maratona confusa de rodadas com desfalques por convocações, ainda que poupados por Tite neste final.