PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Contrato de Fan Token gera dinheiro ao Flamengo para pagar David Luiz

David Luiz em ação pelo Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF
David Luiz em ação pelo Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

03/10/2021 04h00

A diretoria do Flamengo faz um cálculo de que a contratação do zagueiro David Luiz foi possível por causa do contrato de venda de Fan Token fechado pelo clube. Com isso, foi possível fazer um ajuste no orçamento com aumento do gasto com a folha até o final de 2022.

O acordo do Flamengo com a empresa socios.com foi apresentado internamente dentro do clube em 8 de setembro. A contratação de David Luiz foi sacramentada no dia 10 de setembro. Além da renda, havia obviamente o timing da negociação já que o zagueiro priorizou a Europa e, depois, se voltou ao Flamengo.

A negociação com a socios.com se estendeu por meses até que as partes chegassem a todos os detalhes. No final, o acordo foi feito com um mínimo garantido de R$ 151 milhões por quatro anos e meio. Mas o impacto imediato no orçamento foi de R$ 16 milhões, valor que será recebido neste ano de 2021.

Pois bem, essa é a ordem de grandeza do gasto total com David Luiz até o final de 2022. Lembre-se não é exatamente o mesmo valor. Há um pouco mais para cá, um pouco mais para lá. No final, o clube entendeu que era uma receita garantida suficiente para cobrir a despesa extra do jogador.

É uma premissa que tem sido seguida pelo Flamengo. Com a pandemia, o clube não quis estourar o orçamento e por isso não contratou o lateral direito Rafinha em sua volta ao Brasil. Também evitou grandes contratações no início do ano após uma temporada com premiações abaixo do esperado em 2020.

Mas, durante o ano, houve um aumento das receitas de marketing e vendas de valores significativos como Gerson. Tanto que a renda vai superar R$ 1 bilhão no ano. Com isso, o Flamengo contratou Andreas Pereira, Kennedy e David Luiz.

Rodrigo Mattos