PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Montevidéu será sede da final da Libertadores 2021

Tradicional Estádio Centenário, em Montevidéu, capital uruguaia - Laurence Griffiths/Getty Images
Tradicional Estádio Centenário, em Montevidéu, capital uruguaia Imagem: Laurence Griffiths/Getty Images
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

13/05/2021 12h28Atualizada em 13/05/2021 13h13

A Conmebol definiu hoje (13) que o estádio Centenário, em Montevidéu, será a nova sede da final da Libertadores de 2021. Isso foi acertado em reunião do Comitê Executivo da Conmebol e, conforme antecipado pela coluna, confirmado horas depois.

A capital Uruguai não estava inicialmente na lista de candidatas para ser sede deste ano. Mas dois fatores pesaram para sua escolha: o governo do Uruguai viabilizou a chegada de 50 mil vacinas para a Conmebol e o país terá um grande número de vacinados no fim do ano. Portanto, o estádio poderá receber público.

A Argentina era favorita para receber a final da Libertadores, mas a proximidade do governo uruguaio com a Conmebol mudou o cenário. Existia a possibilidade de o país de Lionel Messi ao menos receber a decisão da edição de 2022, mas Guayaquil foi confirmada como a próxima sede.

As vacinas da Sinovac - que serão distribuídas para times e seleções - foram obtidas em negociação feita pelo governo uruguaio. A Sinovac apareceu como parceira oficial da Copa América na área de saúde.

A final da Sul-Americana deste ano também vai ser no Uruguai. A decisão da edição de 2022 será realizada no Mané Garrincha, em Brasília.

Rodrigo Mattos