PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Vasco prevê uma perda de receita de TV de R$ 80 mi com rebaixamento

Vanderlei Luxemburgo durante Vasco e Corinthians - Marcello Zambrana/AGIF
Vanderlei Luxemburgo durante Vasco e Corinthians Imagem: Marcello Zambrana/AGIF
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

24/02/2021 12h00

O Vasco estima um prejuízo de R$ 80 milhões com receitas de televisão com a provável queda para a Série A. Esse número foi discutido internamente e já faz parte no novo planejamento do clube para a temporada. O rebaixamento ainda não está concretizado de fato, pois há improváveis chances matemáticas na última rodada e uma ação pendente no STJD.

No total, as perdas previstas podem chegar a R$ 100 milhões por quedas de outras receitas como sócio-torcedor, como revelou primeiro o Globo Esporte e confirmou o blog. Esse valor, no entanto, tem variáveis que dependem do engajamento da torcida.

Comandada pelo novo presidente Jorge Salgado, a diretoria vascaína já prepara a adequação à nova realidade. Na sexta-feira, o dirigente vai dar uma entrevista para explicar como conduzirá o clube durante essa temporada diante das dificuldades.

No caso da televisão, o contrato do Vasco com a Globo prevê ganhos com TV Aberta, Fechada e pay-per-view, uma parte fixa e outra variável. Aliado ao contrato do Carioca, esse número chegaria a um valor entre R$ 110 milhões e R$ 120 milhões na Série A.

Com a queda para a Série B, o Vasco manterá sua renda de pay-per-view como previsto no contrato da emissora. Esse valor gira em torno de R$ 30 milhões. Há uma estimativa de mais R$ 5 milhões com o Carioca. Ou seja, a diferença fica entre R$ 75 milhões e R$ 80 milhões.

Inicialmente, o blog tinha calculado a perda com o rebaixamento em R$ 60 milhões, mas esse número é ainda maior de acordo com os cálculos vascainos.

Além disso, a diretoria já espera uma queda com sócios-torcedores, nova fonte de renda do clube que tem sido significativa desde o ano passado. Isso por conta da desânimo da torcida após mais um rebaixamento.

Rodrigo Mattos