PUBLICIDADE
Topo

Rodrigo Mattos

Sem reduzir Estaduais, CBF desfalca times em 'metade' da Série A em 2021

Felipe Moreno / MoWA Press
Imagem: Felipe Moreno / MoWA Press
Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

20/08/2020 15h02

A CBF divulgou o calendário do futebol brasileiro de 2021 na noite de quarta-feira: não houve nenhuma redução dos Estaduais, não haverá pré-temporada e a seleção brasileira desfalcará os times em praticamente metade do Brasileiro da Série A (18 jogos). O cronograma estava apertado pela invasão da temporada de 2020 que vai até o final de fevereiro.

Pelo cronograma divulgado pela CBF, a temporada do próximo ano começa em 28 de fevereiro, apenas quatro dias após o encerramento do Brasileiro de 2020. O ano vai se iniciar com os Estaduais que foram mantidos com 16 datas para o próximo ano, mesmo número desta temporada, e se estenderão até 23 de maio.

Sem a redução dos regionais, a CBF decidiu encavalar todo o restante em cima do Brasileiro. No total, o Brasileiro da Série A tem nove datas disputas durante a realização da Copa América. Como são datas-Fifa, os jogadores convocados não poderão atuar por seus times.

Além disso, acabou a previsão de que as eliminatórias não iriam coincidir com jogos dos times. As classificatórias para a Copa, que também são datas-Fifa com cessão obrigatória de jogadores, afetam outras nove rodadas do Brasileiro da Série A. No total, os times podem perder seus jogadores por 18 jogos do Brasileiro o que representa 47% da competição. Cada clube atua 38 vezes pela competição.

No caso das eliminatórias, houve uma discussão sobre redução de datas por conta do aperto da pandemia do coronavírus. Mas a Conmebol decidiu-se por manter o formato com todos contra todos, o que implica em 18 jogos.

O Brasileiro da Série A de 2021 começará em 30 de maio e se estenderá até 5 de dezembro quando se encerra a temporada. É um período mais curto do que seria neste ano de 2020. Assim, o Nacional se estenderá por apenas pouco mais de seis meses.

Há ainda coincidências de jogos da seleção com jogos da Copa do Brasil, inclusive uma semifinal e um jogo de oitavas de final. A final da Copa do Brasil está prevista para 27 de outubro. Não está incluída no calendário a Olimpíada que não é data-Fifa, mas a CBF também deve convocar jogadores que atuam nos times brasileiros.