PUBLICIDADE
Topo

Final da Libertadores será em final de semana de rodada do Brasileiro

Rodrigo Mattos

Nascido no Rio de Janeiro, em 1977, Rodrigo Mattos estudou jornalismo na UFRJ e Iniciou a carreira na sucursal carioca de ?O Estado de S. Paulo? em 1999, já como repórter de Esporte. De lá, foi em 2001 para o diário Lance!, onde atuou como repórter e editor da coluna De Prima. Mudou-se para São Paulo para trabalhar na Folha de S. Paulo, de 2005 a 2012, ano em que se transferiu para o UOL. Juntamente com equipe da Folha, ganhou o Grande Prêmio Esso de Jornalismo 2012 e o Prêmio Embratel de Reportagem Esportiva 2012. Cobriu quatro Copas do Mundo e duas Olimpíadas.

14/07/2020 12h00

Após a revisão do calendário pela epidemia do coronavírus, Conmebol trabalha com três datas para realizar a final da Libertadores em janeiro: 23, 24 e 30. Ou seja, a partida será no final de semana e coincide com rodadas do Brasileiro da Série A que ocorrerão nestes dias. Essas datas já estão aprovadas pelo Conselho da Conmebol, faltando escolher uma delas.

O jogo está marcado para o Maracanã. Não há previsão de mudanças, assim como a Sul-Americana segue com decisão em Cordoba.

Isso significa que o Maracanã não poderá ser usado para jogos por pelo menos uma semana ou mais. Se o jogo for no final de semana do dia 23, seriam pelo menos duas rodadas sem partidas no local. Os protocolos da Conmebol para a decisão costumam envolver até mais dias de preparação.

Uma curiosidade é que, caso se decida pelo jogo no dia 24, a final única seria no domingo, em vez do sábado como ocorreu na sua primeira edição em Lima.

A questão da presença de público na final é uma total incógnita. No momento, a previsão é de jogos sem público a partir do reinício da Libertadores em 15 de setembro, embora exista a possibilidade se houver aprovação de governos. Mas, no momento, é impossível prever o estágio da epidemia de coronavírus em janeiro na América do Sul.

Blog do Rodrigo Mattos