PUBLICIDADE
Topo

Renato Mauricio Prado

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

RMP: Jesus prepara doce vingança contra o Benfica

Conteúdo exclusivo para assinantes
Renato Mauricio Prado

Renato Mauricio Prado é jornalista e trabalhou no Globo, Placar, Extra, Rádio Globo, CBN, Rede Globo, SporTV e Fox Sports. Assina atualmente uma coluna diária no Jornal do Brasil. A primeira Copa que cobriu in loco foi a da Argentina, em 1978.

22/12/2021 23h02Atualizada em 24/12/2021 17h45

A visita de Marcos Braz e Bruno Spindel, na noite da última terça-feira, à casa de Jorge Jesus, em Cascais, incendiou de vez o noticiário esportivo de lá e de cá. Pela manhã, diversos jornalistas cravavam: o Mister disse sim ao Flamengo. O único obstáculo seria sua multa rescisória com o Benfica que, segundo as últimas informações, é de 6 milhões de euros (antes, falava-se em 10 milhões, que seriam reduzidos para 2,5 milhões no final deste ano).

À medida que o dia foi passando, começaram a chover desmentidos. Inicialmente através de uma nota oficial do Benfica; em seguida na entrevista coletiva de seu braço direito, João de Deus, e por fim, através de conversas do próprio Mister com jornalistas brasileiros, via whatsapp. Nelas, Jesus disse a Eric Faria, Benjamim Back e Venê Casagrande (com os quais criou laços de amizade, quando esteve no Fla) que sua intenção é cumprir o contrato com o clube português até o final - junho de 2022.

Fui atrás de minhas melhores fontes em Lisboa. E o que apurei, em conversas com três pessoas que sabem muito do que ocorre entre os "águias" e o que pensa JJ, foi o seguinte:

- É claro que o Mister ia negar. Na véspera de dois jogos importantíssimos contra o Porto, ele não pode admitir que deu sinal verde ao Flamengo. Mas deu. E a data do encontro foi meticulosamente calculada para causar esse rebuliço e irritar o presidente Rui Costa, de quem é desafeto, e os adeptos (torcedores) que o tem hostilizado constantemente, a ponto de abanarem lenços brancos na Luz (estádio do Benfica). Uma atitude que feriu fundo o ego do Jorge - disse-me um experiente e sempre bem-informado jornalista da terrinha, velho companheiro de meus tempos de repórter.

- A verdade é que os adeptos (torcedores) não suportam mais Jorge Jesus. E o presidente do Benfica também está louco pra se livrar do "velho". A saída dele para o Flamengo é boa pra todo mundo. Esse teatro do absurdo, com todo mundo fingindo ser o que não é, acontece por causa da multa rescisória. Se Jesus for demitido, como fatalmente acontecerá se perder os dois próximos duelos contra o Porto, caberá ao clube arcar com ela; se o técnico pedir pra sair, o ônus é dele - explicou um outro expert do futebol da terrinha.

A informação mais curiosa, entretanto, veio de um dos assessores mais próximos do Mister que, obviamente, não quis ter o seu nome revelado:

- O que Jorge Jesus quer é vencer o Porto duas vezes e, então, anunciar ao Rui Costa que voltará para o Flamengo. Um monumental tapa de luva de pelica. E o que ficou acertado no encontro em Cascais é que só aí os rubro-negros entrarão em ação para negociar o valor da multa. E, duvido que Costa dificulte muito. Ele está louco pra se livrar do Mister, pois o considera um símbolo de seu antecessor, Luís Filipe Vieira, deposto e preso por irregularidades fiscais.

É sintomático que Braz e Spindel tenham prorrogado a estada em Lisboa até o próximo dia 30, data do segundo jogo contra o Porto. Minhas três fontes garantem que Jorge Jesus já pode ser considerado virtualmente o novo "velho" técnico do Flamengo. A conferir os próximos capítulos dessa novela portuguesa, com certeza.