PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

O que é o 'sistema suíço', que inspirou fim da fase de grupos da Champions?

Taça da Liga dos Campeões da Europa irá para Real ou Liverpool nesta temporada - Nick Potts/PA Images via Getty Images
Taça da Liga dos Campeões da Europa irá para Real ou Liverpool nesta temporada Imagem: Nick Potts/PA Images via Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

11/05/2022 04h20

A partir da temporada 2024/25, acompanhar a Liga dos Campeões da Europa será uma experiência bem diferente da atual.

A Uefa confirmou, ontem (10), que o torneio interclubes mais badalado do planeta passará por uma completa revolução daqui a três edições. E a mudança mais impactante será a substituição da fase de grupos por uma etapa jogada a partir de uma versão adaptada do "sistema suíço".

Nesse novo formato, os 36 clubes participantes da etapa principal da Champions (quatro a mais do no atual) ficarão em um grupo único e disputarão oito jogos (quatro em casa e quatro fora) para definir a classificação para a fase final.

A questão é que essas oito partidas serão contra oito adversários diferentes, definidos a partir de um sorteio dirigido de acordo com os coeficientes da Uefa. A ideia é que, apesar dessa suposta aleatoriedade, todos os clubes tenham desafios de dificuldade semelhante durante a fase classificatória.

O modelo é levemente baseado no "sistema suíço", um sistema de disputa criado no século 19 e que é predominante na construção de chaves de competições de xadrez, damas, squash e de alguns e-sports, como Counter-Strike e EVE Online.

A ideia desse formato é conseguir viabilizar campeonatos com grande número de participantes e um baixo número de rodadas sem a necessidade de realizar tantas eliminações precoces (algo que acontece, por exemplo, nos mata-matas).

A lógica do "sistema suíço" é definir os confrontos de uma primeira rodada a partir do ranking dos participantes e, na sequência, montar os próximos encontros baseados naquilo que já aconteceu durante a competição (vencedores contra vencedores, perdedores contra perdedores e assim por diante).

Pelo menos em competições importantes, o futebol nunca utilizou esse sistema. A própria Champions será jogada com uma versão adaptada dele, já que definirá previamente qual será o caminho trilhado por cada equipe ao longo das oito rodadas classificatórias.

Antes de se preocupar com o "sistema suíço" e com as mudanças no formato da Liga dos Campeões, o torcedor poderá acompanhar a final mais pesada da história da competição. A decisão entre Real Madrid e Liverpool levará a campo nada menos que 19 títulos: 13 dos espanhóis e seis dos ingleses.

Esse será o terceiro encontro dos dois clubes na decisão do torneio continental. Em 1981, os Reds venceram por 1 a 0. Quatro anos atrás, os merengues conseguiram a revanche e derrotaram os antigos algozes por 3 a 1.

Pelo terceiro ano consecutivo, a partida que distribuirá o título de melhor time de futebol do Velho Continente não será disputada no local inicialmente programado pela Uefa.

Depois de levar as duas últimas finais da Champions para Portugal por conta da pandemia da covid-19, a entidade europeia resolveu tirar o jogo do título desta edição de São Petersburgo como forma de sanção pela invasão da Rússia à Ucrânia.

Com isso, a partida que definirá o sucessor do Chelsea no posto de campeão europeu será agora realizada no dia 28 de maio, em Saint-Denis, nos arredores de Paris (França).

Finais europeias 2021/22

LIGA EUROPA
18/05, às 16h - Eintracht Frankfurt x Rangers, no Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilha (ESP)

CONFERENCE LEAGUE
25/05, às 16h - Roma x Feyenoord, na Arena Kombëtare, em Tirana (ALB)

LIGA DOS CAMPEÔES
28/05, às 16h - Liverpool x Real Madrid, no Stade de France, em Saint-Denis (FRA)