PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Conheça os jogadores de futebol mais caros da história de cada país

Neymar é o jogador brasileiro mais caro de todos os tempos - Buda Mendes/Getty Images
Neymar é o jogador brasileiro mais caro de todos os tempos Imagem: Buda Mendes/Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

15/10/2021 04h20

Neymar é o jogador brasileiro de futebol mais caro de todos os tempos. Kylian Mbappé detém o recorde francês. João Félix possui a marca de "número 1" do Mercado da Bola em Portugal. E nunca houve um galês que movimentou tanto dinheiro em uma só transferência quanto Gareth Bale.

Mas você sabe quem é o marfinense mais caro de todos os tempos? E o alemão, o holandês e o argentino? Alguém tem ideia de quem é o recordista entre os norte-americanos? E para os japoneses?

Por isso, o "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo uma relação completa com os jogadores mais caros da história de 50 dos principais países do cenário internacional do futebol. Todas as nações que participaram das duas últimas edições da Copa do Mundo aparecem na lista.

A lista tem apenas três novidades em relação ao ano passado, reflexo de como a última janela de transferências foi escassa em transferências milionárias. Somente Inglaterra (Jack Grealish), Bélgica (Romelu Lukaku) e Marrocos (Achraf Hakimi) estabeleceram novos recordes.

Os jogadores mais caros de cada nacionalidade

Brasil - Neymar (2017, Paris Saint-Germain) - 222 milhões de euros
França - Kylian Mbappé (2018, Paris Saint-Germain) - 180 milhões
Portugal - João Félix (2019, Atlético de Madri) - 127,2 milhões
Inglaterra - Jack Grealish (2021, Manchester City) - 117,5 milhões
Bélgica - Romelu Lukaku (2021, Chelsea) - 115 milhões
Gales - Gareth Bale (2013, Real Madrid) - 101 milhões
Argentina - Gonzalo Higuaín (2016, Juventus) - 90 milhões
Holanda - Frenkie de Jong (2019, Barcelona) - 86 milhões
Uruguai - Luis Suárez (2014, Barcelona) - 81,7 milhões
Alemanha - Kai Havertz (2020, Chelsea) - 80 milhões
Costa do Marfim - Nicolas Pépé (2019, Arsenal) - 80 milhões
Espanha - Kepa Arrizabalaga (2018, Chelsea) - 80 milhões
Colômbia - James Rodríguez (2014, Real Madrid) - 75 milhões
Nigéria - Victor Osimhen (2020, Napoli) - 70 milhões
Suécia - Zlatan Ibrahimovic (2009, Barcelona) - 69,5 milhões
Argélia - Riyad Mahrez (2018, Manchester City) - 67,8 milhões
EUA - Christian Pulisic (2018, Chelsea) - 64 milhões
Gabão - Pierre-Emerick Aubameyang (2017, Arsenal) - 63,8 milhões
Sérvia - Luka Jovic (2019, Real Madrid) - 63 milhões
Marrocos - Achraf Hakimi (2021, Paris Saint-Germain) - 60 milhões
Guiné - Naby Keita (2018, Liverpool) - 60 milhões
Bósnia - Miralem Pjanic (2020, Barcelona) - 60 milhões
Itália - Jorginho (2018, Chelsea) - 57 milhões
Gana - Thomas Partey (2020, Arsenal) - 50 milhões
Islândia - Gylfi Sigurdsson (2017, Everton) - 49,4 milhões
Croácia - Mateo Kovacic (2019, Chelsea) - 45 milhões
Suíça - Granit Xhaka (2016, Arsenal) - 45 milhões
República Tcheca - Pavel Nedved (2001, Juventus) - 45 milhões
Ucrânia - Andriy Shevchenko (2006, Chelsea) - 43,9 milhões
Chile - Alexis Sánchez (2014, Arsenal) - 42,5 milhões
Egito - Mohamed Salah (2017, Liverpool) - 42 milhões
Senegal - Sadio Mané (2016, Liverpool) - 41,2 milhões
México - Raúl Jiménez (2019, Wolverhampton) - 38 milhões
Grécia - Kostas Manolas (2019, Napoli) - 36 milhões
Japão - Shoya Nakajima (2018, Al-Duhail) - 35 milhões
Polônia - Krzysztof Piatek (2019, Milan) - 35 milhões
Coreia do Sul - Heung-min Son (2015, Tottenham) - 30 milhões
Rússia - Aleksandr Golovin (2018, Monaco) - 30 milhões
Camarões - Samuel Eto'o (2004 e 2011, Barcelona e Anzhi) - 27 milhões
Dinamarca - Christian Eriksen (2020, Inter de Milão) - 27 milhões
Paraguai - Juan Iturbe (2014, Roma) - 24,5 milhões
Tunísia - Aymen Abdennour (2015, Valencia) - 22 milhões
Irã - Alireza Jahanbakhsh (2018, Brighton) - 19 milhões
Equador - Antonio Valencia (2009, Manchester United) - 18,8 milhões
Costa Rica - Keylor Navas (2019, Paris Saint-Germain) - 15 milhões
Honduras - Wilson Palacios (2008, Tottenham) - 15 milhões
Peru - Juan Manuel Vargas (2008, Fiorentina) - 12 milhões
Austrália - Harry Kewell (2003, Liverpool) - 10 milhões
Arábia Saudita - Yahia Al-Shehri (2013, Al-Nassr) - 9,8 milhões
Panamá - Blas Pérez (2007, Tigres) - 2,2 milhões

Fonte: Transfermarkt