PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

"Mais rico do mundo", Newcastle foi o 1º time inglês a contratar brasileiro

Brasileiro Mirandinha defendeu o Newcastle e foi o primeiro do país em times ingleses - Newcastle United/Reprodução
Brasileiro Mirandinha defendeu o Newcastle e foi o primeiro do país em times ingleses Imagem: Newcastle United/Reprodução
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

11/10/2021 04h00

Comprado na última quinta-feira por um fundo de investimentos liderado pelo príncipe herdeiro do trono da Arábia Saudita e automaticamente transformado no novo clube mais rico do mundo, o Newcastle foi o primeiro time da Inglaterra a contratar um jogador brasileiro.

Em 1987, quando os times ingleses ainda disputavam um campeonato nacional formado quase que exclusivamente por atletas locais e reforços do restante do Reino Unido, os "Magpies" atravessaram o Oceano Atlântico para buscar o atacante Mirandinha.

O clube descobriu o jogador durante a extinta taça Stanley Rous. No torneio amistoso daquele ano, a seleção brasileira foi chamada para enfrentar Inglaterra e Escócia, e Mirandinha chamou a atenção dos olheiros do Newcastle.

Especialista em jogadas individuais (e muitas vezes classificado como "fominha" por conta disso), o atacante foi o destaque da equipe comandada por Carlos Alberto Silva. Ele fez o gol do empate por 1 a 1 contra os ingleses e também teve boa atuação na vitória por 2 a 0 sobre os escoceses.

Para tirar Mirandinha do Palmeiras, o Newcastle desembolsou 575 mil libras (R$ 4,3 milhões, na cotação atual). O valor pode até parecer uma mixaria para o Mercado da Bola atual, mas era uma quantia considerável no futebol da época.

O brasileiro passou duas temporadas no clube inglês. Na primeira, marcou 13 gols e protagonizou uma boa campanha na primeira divisão (oitava colocação). Já na segunda, tudo deu errado, e o atacante acabou rebaixado.

"O futebol inglês era muito baseado no jogo aéreo. Eu não era alto, mas consegui superar isso com muita aplicação. O time me ajudou demais, especialmente o Paul Gascoigne, que foi muito importante na minha adaptação", disse Mirandinha, em entrevista à Fifa.

Depois da passagem pelo Newcastle, o atacante retornou ao Palmeiras e jogou durante mais um ano e meio no clube paulista. Ele se aposentou em 1992, no Shimizu S-Pulse, do Japão. Três anos mais tarde, começou a trabalhar como treinador.

Seu trabalho mais recente foi no comando do Imperatriz. Ele começou a Série D do Campeonato Brasileiro à frente da equipe maranhense, mas pediu demissão em julho, alegando problemas pessoais.

Além de Mirandinha, somente outros três brasileiros já vestiram a camisa do Newcastle. O meia Fumaça jogou no clube durante a temporada 1999/2000, o zagueiro Cláudio Caçapa vestiu o uniforme alvinegro entre 2007 e 2009 e o atacante Joelinton está por lá há dois anos.

Só que a presença tupiniquim no norte da Inglaterra pode aumentar já nos próximos meses. De acordo com diferentes veículos da imprensa britânica, o meia Philippe Coutinho, que nunca conseguiu emplacar no Barcelona, é um dos reforços de peso que podem ser contratados pelos agora endinheirados "Magpies" já na janela de transferências de janeiro.

Agora sob administração do governo saudita, o Newcastle tem um orçamento aprovado de 200 milhões de libras (R$ 1,5 bilhão) para gastar em novos jogadores ainda nesta temporada e iniciar o projeto de construção de um time que consiga ser campeão inglês em, no máximo, cinco anos.

O clube alvinegro faturou seu último título nacional ainda nas primeiras décadas do século passado, em 1927. Depois disso, ganhou quatro edições da Copa da Inglaterra (a mais recente, em 1955) e uma da Copa das Feiras (precursora da Liga Europa), em 1969.

Na atual temporada, antes de mudar de proprietário e passar a ter sonhos na linha de "o céu é o limite", o time tinha como ambição apenas permanecer na elite inglesa. Os comandados de Steve Bruce ocupam a penúltima colocação da primeira divisão inglesa e só somaram três pontos nas primeiras sete rodadas da competição.

A primeira partida do Newcastle como novo clube mais rico do planeta ainda vai ter que esperar um pouquinho. Por conta da Data Fifa e das eliminatórias da Copa do Mundo-2022, a equipe alvinegra só voltará a campo no próximo domingo, contra o Tottenham, pela oitava rodada da Premier League.