PUBLICIDADE
Topo

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Manchester United empaca e já sofre com recorde de "Ronaldodependência"

Cristiano Ronaldo tem "carregado" o Manchester United nesta temporada - Oli SCARFF / AFP
Cristiano Ronaldo tem "carregado" o Manchester United nesta temporada Imagem: Oli SCARFF / AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

29/09/2021 04h00

Em busca de sua primeira vitória na Liga dos Campeões da Europa, o Manchester United recebe o Villarreal, a partir das 16h de hoje, apostando todas as suas fichas em Cristiano Ronaldo. E esse "todas" não é tão exagero assim.

Apesar de ter retornado a Old Trafford há menos de um mês, o astro português já transformou os "Red Devils" no seu time, um time que depende demais da sua capacidade de balançar as redes adversárias.

Desde que voltou a Manchester, o camisa 7 mais famoso do futebol mundial disputou quatro partidas oficiais e marcou quatro vezes. O problema é que todos os seus companheiros de equipe juntos só fizeram mais três gols no mesmo período.

Ou seja, CR7 foi responsável direto por mais da metade dos gols anotados pelo United desde que foi recontratado pelo clube, no começo da temporada. Para ser mais preciso, 57,1% de todos os tentos do time desde então levaram sua assinatura.

Ainda que a "Ronaldodependência" seja uma característica de todas as equipes por onde o veterano artilheiro de 36 anos passa, ela nunca havia atingido números tão expressivos quanto agora.

Nos três anos em que defendeu a Juventus, seu último clube antes da volta à Inglaterra, Ronaldo costumava ser o autor de cerca de um terço de todos os gols anotados pelo time bianconero.

O recorde da carreira do português foi anotado um pouco antes, na temporada 2014/15, quando ele defendia o Real Madrid e marcou 39,1% dos gols do time (61 de um total de 156). Mesmo assim, essa marca fica bem aquém da atual.

E o problema para o United é que um Ronaldo sozinho não faz o verão. Mesmo com seu reforço mais badalado marcando em média um gol por jogo, os ingleses perderam por 2 a 1 para o Young Boys, na estreia na Champions, e foram derrotados novamente no último fim de semana, pelo Aston Villa, pela Premier League.

Nessa partida, aconteceu uma situação polêmica. Mesmo com o camisa 7 em campo, o técnico Ole Gunnar Solskjaer escalou Bruno Fernandes para bater um pênalti, aos 48 minutos do segundo tempo, que poderia dar o empate para o clube de Manchester.

Só que o meio-campista isolou a cobrança, e o "mundo das redes sociais" caiu sobre o treinador norueguês por conta da sua decisão. Aparentemente, alguém ainda não entendeu o que é viver uma "Ronaldodependência".

Depois de duas temporadas consecutivas com alteração de sede da decisão por causa dos efeitos da pandemia de covid-19, a Uefa espera que, desta vez, a Champions consiga ir até à final obedecendo seu planejamento original.

O jogo que irá decidir o sucessor do Chelsea no posto de campeão europeu de clubes está marcado para o dia 28 de maio do próximo ano e será disputado no estádio Krestovsky, em São Petersburgo (Rússia).

Liga dos Campeões - rodada 2

Ontem

Shakhtar Donetsk 0x0 Inter de Milão (Grupo D)
Ajax 2x0 Besiktas (Grupo C)
Real Madrid 1x2 Sheriff (Grupo D)
Milan 1x2 Atlético de Madri (Grupo B)
Borussia Dortmund 1x0 Sporting (Grupo C)
Paris Saint-Germain 2x0 Manchester City (Grupo A)
Porto 1x5 Liverpool (Grupo B)
RB Leipzig 1x2 Brugge (Grupo A)

Hoje

13h45 - Atalanta x Young Boys (Grupo F)
13h45 - Zenit São Petersburgo x Malmö (Grupo H)
16h - Wolfsburg x Sevilla (Grupo G)
16h - Bayern de Munique x Dínamo de Kiev (Grupo E)
16h - Red Bull Salzburg x Lille (Grupo G)
16h - Juventus x Chelsea (Grupo G)
16h - Benfica x Barcelona (Grupo E)
16h - Manchester United x Villarreal (Grupo F)