PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Em ano de maratona, Palmeiras joga até 580% mais que rivais da Libertadores

Abel Ferreira é o técnico do Palmeiras, que já jogou 34 vezes em 2021 - Cesar Greco/Palmeiras
Abel Ferreira é o técnico do Palmeiras, que já jogou 34 vezes em 2021 Imagem: Cesar Greco/Palmeiras
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

04/05/2021 04h00

Em meio a uma maratona que inclui jogos separados por apenas 48 horas e um intenso rodízio de jogadores, o Palmeiras disputa hoje, contra o Defensa y Justicia, na Argentina, pela terceira rodada do Grupo A da Libertadores, sua 35ª partida em 2021.

O atual campeão continental é disparado o participante desta edição que mais foi a campo desde o dia 1º de janeiro. Mas o que chama a atenção é a diferença gritante entre o seu calendário e o de alguns dos seus adversários no torneio.

Enquanto os comandados de Abel Ferreira jogaram 34 vezes em 123 dias (uma partida a cada três dias e meio), os venezuelanos do Deportivo La Guaira e do Deportivo Táchira tiveram apenas cinco compromissos oficiais desde a virada do ano (um a cada 24 dias e meio).

Em 2021, o Palmeiras já jogou por oito torneios diferentes: Libertadores-2020, Libertadores-2021, Campeonato Brasileiro-2020, Paulista-2021, Copa do Brasil-2020, Mundial de Clubes-2020, Recopa Sul-Americana-2021 e Supercopa do Brasil-2021.

Cada um dos venezuelanos, por outro lado, jogou duas vezes pela competição continental e três no campeonato nacional. O restante do tempo foi preenchido com férias e pré-temporada, atividades essenciais para um melhor trabalho de preparação física.

O Defensa y Justicia, adversário do Palmeiras nesta noite, jogou bem mais que os Deportivos neste ano. Mesmo assim, sua agenda de compromissos nos últimos meses certamente deixa Abel com alguma inveja.

Os argentinos não tiveram nem metade das partidas do rival em 2021. Foram apenas 16 até o momento, incluindo aí os dois encontros com os palmeirenses, no mês passado, pela Recopa (ficaram com o título nos pênaltis, após uma derrota na ida e uma vitória na volta).

A maratona do Palmeiras, intensificada por competições da temporada passada terem sido esticadas até este ano por conta da pandemia da covid-19, obrigou Abel a deixar o Paulista em segundo plano e disputar a competição com mesclas de reservas e jogadores recém-promovidos à equipe profissional. Com isso, o clube está seriamente ameaçado de não avançar à fase final do Estadual.

Mas o atual campeão da Libertadores não é o único brasileiro com calendário cheio neste ano. Os sete times do país na competição continental estão entre os nove participantes que mais atuaram em 2021. Os únicos intrusos na lista são os colombianos Atlético Nacional e Atlético Junior, que já jogaram 27 vezes cada no período, menos apenas que palmeirenses e santistas.

Dos representantes brasileiros na fase de grupos, apenas Palmeiras, São Paulo e Flamengo continuam com 100% de aproveitamento depois da disputa de duas rodadas. Fluminense e Internacional também lideram suas chaves, mas já perderam pontos. O Santos é o único fora da zona de classificação para as oitavas de final.

A decisão desta edição do torneio continental está agendada para o dia 20 de novembro e, assim como nos dois últimos anos, será disputada novamente em jogo único. A sede, no entanto, ainda não foi divulgada pela Conmebol.

Quantas vezes cada time foi a campo em 2021?

Palmeiras - 34 partidas
Santos (BRA) - 30 partidas
Atlético Nacional (COL), Atlético Junior (COL) e Flamengo (BRA) - 27 partidas
Atlético-MG, Fluminense (BRA) e Internacional (BRA) - 25 partidas
São Paulo (BRA) - 24 partidas
América de Cali (COL) - 23 partidas
Independiente Santa Fé (COL) - 22 partidas
Nacional (URU) e Rentistas (URU) - 21 partidas
Unión La Calera (CHI) - 19 partidas
Universidad Católica (CHI) - 18 partidas
Defensa y Justicia (ARG) - 16 partidas
Cerro Porteño (PAR), Olimpia (PAR) e Independiente del Valle (EQU) - 15 partidas
Argentinos Juniors (ARG), Boca Juniors (ARG), Racing (ARG), River Plate (ARG) e Vélez Sarsfield (ARG) - 14 partidas
Barcelona (EQU) e LDU (EQU) - 12 partidas
Sporting Cristal (PER) - 8 partidas
Always Ready (BOL), The Strongest (BOL) e Universitario (PER) - 7 partidas
Deportivo La Guaira (VEN) e Deportivo Táchira (VEN) - 5 partidas

A semana dos brasileiros na Libertadores

HOJE
Santos x The Strongest (BOL), às 19h15
Atlético-MG x Cerro Porteño (PAR), às 19h15
LDU (EQU) x Flamengo, às 21h30
Defensa y Justicia (ARG) x Palmeiras, às 21h30

AMANHÃ
Racing (ARG) x São Paulo, às 19h
Internacional x Olimpia (PAR), às 21h

QUINTA-FEIRA
Atlético Junior (COL) x Fluminense, às 19h