PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Neymar, Haaland e Salah correm risco de ficar fora da próxima Champions

Neymar está ameaçado de não se classificar para a próxima Champions - FRANCK FIFE / AFP
Neymar está ameaçado de não se classificar para a próxima Champions Imagem: FRANCK FIFE / AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

09/04/2021 04h00

A Liga dos Campeões da Europa é a maior concentração anual de craques do futebol mundial. Mas a próxima edição do badalado torneio interclubes corre sério risco de ficar sem algumas das principais estrelas de sua constelação.

Mohamed Salah, Virgil van Dijk, Sadio Mané, Roberto Firmino, Erling Haaland, Neymar e Kylian Mbappé são alguns dos astros do primeiro escalão da bola que estão seriamente ameaçados de não conseguir se classificar para a Champions 2021/22.

A situação mais delicada é a vivida pelos astros do Liverpool. O clube que levantou a Orelhuda duas temporadas atrás e que é o atual campeão inglês ocupa no momento apenas a sétima colocação na Premier League e, no momento, não teria vaga nem mesmo na Liga Europa.

Faltando oito rodadas para o encerramento da liga nacional mais forte do planeta, os Reds estão três pontos atrás do West Ham, quarto na tabela de classificação e último dos classificados para a Champions.

O problema é que os comandados de Jürgen Klopp não têm feito muito para tirar essa diferença (e também ultrapassar Chelsea e Tottenham). Nas últimas nove rodadas do Inglês, o Liverpool só venceu três jogos e foi derrotado incríveis seis vezes.

O artilheiro desta temporada do torneio continental também vive um drama. Só que como está na lista de compras de boa parte dos clubes da elite europeia tem a chance de pular fora do Borussia Dortmund durante a janela de transferências e disputar a próxima Champions.

No entanto, caso permaneça em seu clube atual, Haaland dificilmente estará na competição em 2021/22. Afinal, os aurinegros ocupam a quinta posição no Alemão e já têm uma desvantagem de sete pontos em relação ao Eintracht Frankfurt, último classificado pela Bundesliga. Restam apenas sete rodadas para o encerramento do campeonato.

E mesmo o Paris Saint-Germain, que vem dominado o cenário francês na última década, desta vez, está ameaçado de não dar as caras na próxima Liga dos Campeões. Ruim para Mbappé, mas pior ainda para Neymar, que, ao contrário do companheiro de ataque, não tem protagonizado rumores de que pode mudar de clube no segundo semestre.

O PSG é vice-líder da Ligue 1, mas está mais próximo de sair da zona de classificação para o torneio europeu do que de assumir a primeira posição. Afinal, tem três pontos a menos que o Lille, agora candidato número um ao título, e só dois a mais que o Lyon, quarto na tabela.

Além de ficar entre os primeiros colocados dos seus campeonatos nacionais, Liverpool, Dortmund e PSG têm uma outra possibilidade de conseguir vaga na próxima temporada do torneio interclubes mais badalado do planeta: conquistar o título europeu. Mas essa é, tradicionalmente, uma tarefa bem mais complicada.

As quartas da Champions 2020/21 retornam na próxima semana. Na terça-feira, o Bayern de Munique visita o PSG e o Chelsea mede forças contra o Porto, na Espanha. Um dia depois, Borussia Dortmund x Manchester City e Liverpool x Real Madrid definem as duas últimas vagas nas semifinais.

A decisão do torneio europeu está agendada para dia 29 de maio e será disputada no Olímpico Atatürk, em Istambul (Turquia). O estádio originalmente seria palco da final do ano passado, que precisou ser alterada por causa da pandemia da covid-19.