PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ranking dos laterais direitos mais valiosos do planeta só tem Brasil em 17º

Inglês Alexander-Arnold continua sendo o lateral direito mais caro do mundo - Getty Images
Inglês Alexander-Arnold continua sendo o lateral direito mais caro do mundo Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

19/02/2021 04h20

Terra de alguns dos maiores laterais direitos da história, como Carlos Alberto Torres, Cafu e Daniel Alves, o Brasil não aparece na lista dos dez jogadores da posição mais caros do futebol mundial na atualidade... e pelo segundo ano consecutivo.

Assim como em 2020, o ranking dos "camisas 2" mais valiosos do planeta, elaborado pelo site "Transfermarkt", especialista na cobertura do Mercado da Bola, é dominado por ingleses e portugueses.

Para o futebol pentacampeão mundial, novamente não sobrou nem um pequeno espacinho na parte de cima dessa lista. De acordo com a plataforma, o lateral direito tupiniquim mais caro do momento é Emerson, do Betis, que custa 20 milhões de euros (R$ 130,6 milhões) e ocupa apenas a 17ª posição nessa classificação.

Além do jovem de 22 anos, apenas outro garoto brasileiro (Dodô, do Shakhtar Donetsk) aparece entre os 50 jogadores mais valiosos de sua posição. Com preço estimado em 18 milhões de euros (R$ 117,6 milhões), ele ocupa o 48º lugar do planeta.

Nem os valores de mercado somados dos dois brasileiros se aproximam do preço do lateral direito mais caro da atualidade. Assim como em 2020, quem aparece no topo do ranking é o inglês Trent Alexander-Arnold, do Liverpool.

Em relação à temporada passada, o preço do camisa 66 subiu de 99 milhões de euros (R$ 644,9 milhões) para 110 milhões de euros (R$ 716,5 milhões), valores jamais pagos por um atleta de sua posição.

O segundo colocado do ranking também é o mesmo de 12 meses atrás, o marroquino Achraf Hakimi, que trocou o Borussia Dortmund pela Inter de Milão e hoje está avaliado em 50 milhões de euros (R$ 325,6 milhões).

O terceiro lugar do pódio tem um empate tríplice entre os ingleses Aaron Wan-Bissaka (Manchester United) e Kyle Walker (Manchester City) e o espanhol Dani Carvajal (Real Madrid), todos com 40 milhões de euros (R$ 260,6 milhões).

O top 10 dos laterais direitos mais valorizados do mercado global desta temporada tem duas novidades em relação ao de 2020: as presenças do português Nélson Semedo, do Wolverhampton, e do inglês Reece James, do Chelsea.

Por outro lado, os espanhóis Sergi Roberto (Barcelona) e Héctor Bellerín (Arsenal), além do inglês Kieran Trippier (Atlético de Madri) desvalorizaram-se ao longo dos últimos 12 meses e deixaram o ranking.

Dos dez defensores pela direita mais caros da atualidade, quatro são ingleses (Alexander-Arnold, Wan-Bissaka, James e Kyle Walker) e três, portugueses (Semedo, João Cancelo e Ricardo Pereira). Marrocos, Espanha e França têm um representante cada no ranking: Hakimi, Dani Carvajal e Benjamin Pavard, respectivamente.

Os 10 laterais direitos mais valiosos do mundo

1 - Trent Alexander-Arnold (ING, Liverpool) - 110 milhões de euros
2 - Achraf Hakimi (MAR, Inter de Milão) - 50 milhões de euros
3 - Aaron Wan-Bissaka (ING, Manchester United) - 40 milhões de euros
Dani Carvajal (ESP, Real Madrid) - 40 milhões de euros
Kyle Walker (ING, Manchester City) - 40 milhões de euros
6 - João Cancelo (POR, Manchester City) - 36 milhões de euros
7 - Benjamin Pavard (FRA, Bayern de Munique) - 35 milhões de euros
Nélson Semedo (POR, Wolverhampton) - 35 milhões de euros
Reece James (ING, Chelsea) - 35 milhões de euros
10 - Ricardo Pereira (POR, Leicester) - 32 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt