PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Janela de janeiro movimenta R$ 1,3 bilhão; veja os brasileiros mais caros

Lucas Veríssimo será jogador do Benfica a partir do fim do mês - Ivan Storti
Lucas Veríssimo será jogador do Benfica a partir do fim do mês Imagem: Ivan Storti
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

20/01/2021 04h20

O zagueiro Lucas Veríssimo irá se despedir do Santos logo depois da decisão da Copa Libertadores da América, contra o Palmeiras, dia 30, no Maracanã.

A torcida alvinegra pode até não ter ficado feliz com a venda do defensor para o Benfica. Mas a transação foi uma das maiores fechadas no Mercado da Bola global neste primeiro mês de 2021.

Para ter o jogador de 25 anos em seu elenco ainda nesta temporada, o time dirigido por Jorge Jesus aceitou desembolsar 6,5 milhões de euros (R$ 41,7 milhões), uma "fortuna" para os padrões financeiros vigentes desde a eclosão da pandemia.

Com esse valor, a transferência de Lucas Veríssimo é a oitava maior do planeta na atual janela e a segunda mais expressiva envolvendo um atleta brasileiro.

Dentre os representantes do futebol pentacampeão mundial, a venda do zagueiro santista só fica abaixo da compra dos direitos econômicos do atacante Pedro pelo Flamengo, que pagou 14 milhões de euros (R$ 89,8 milhões) à Fiorentina.

Prejudicada pelas perdas econômicas decorrentes dos jogos com estádios vazios e outros efeitos da proliferação da Covid-19, a janela de transferências de janeiro movimentou até o momento apenas 198 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) em todo o planeta.

O negócio mais caro deste mês foi a ida do atacante francês Sébastien Haller (ex-West Ham) para o Ajax, da Holanda, por 22,5 milhões de euros (R$ 144,4 milhões).

Além dessa, apenas outras duas transações conseguiram romper a barreira dos 20 milhões de euros (R$ 128,4 milhões): as compras do marfinense Amad Diallo e do húngaro Dominik Szoboszlai por Manchester United e RB Leipzig, respectivamente.

Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França, as cinco principais ligas nacionais do Velho Continente, permitirão a contratação de novos jogadores para a segunda metade da temporada até o dia 1º de fevereiro.

No Brasil, onde, devido aos impactos da pandemia da Covid-19, a temporada 2020 invadiu os primeiros meses de 2021, a janela de começo de ano foi adiada em dois meses. Os clubes do futebol nacional poderão trazer reforços do exterior entre 1º de março e 23 de maio.

No ano passado, o Mercado da Bola global movimentou mais de 1,4 bilhão de euros (R$ 8,9 bilhões, na cotação atual) em janeiro. Desta vez, pela falta de andamento nos negócios, a expectativa é que o valor acumulado por todas as transações realizadas no primeiro mês do ano não chegue nem perto dessa marca.

Os brasileiros mais caros da janela de janeiro

1 - Pedro (Flamengo-BRA) - 14 milhões de euros
2 - Lucas Veríssimo (Benfica-POR) - 6,5 milhões de euros
3 - Erik (Changchun Yatai-CHN) - 2,5 milhões de euros
Pablo (Lokomotiv Moscou-RUS) - 2,5 milhões de euros
5 - Thiago (Shimizu S-Pulse-JAP) - 2 milhões de euros
6 - Welinton Junior (Shonan Bellmare-JAP) - 1 milhão de euros
7 - João Klauss (Standard Liege-BEL) - 550 mil euros
8 - Paulinho (Khor Fakkan-EAU) - 300 mil euros
9 - Lucas Villela (RFS-LET) - 200 mil euros

Os reforços mais caros

1 - Sébastien Haller (FRA, Ajax) - 22,5 milhões de euros
2 - Amad Diallo (CMA, Manchester United) - 21 milhões de euros
3 - Dominik Szoboszlai (HUN, RB Leipzig) - 20 milhões de euros
4 - Pedro (BRA, Flamengo) - 14 milhões de euros
5 - Joakim Maehle (DIN, Atalanta) - 11 milhões de euros
6 - Juan Fernando Quintero (COL, Shenzen) - 9 milhões de euros
7 - Filip Stevanovic (SER, Manchester City) - 8,5 milhões de euros
8 - Lucas Veríssimo (BRA, Benfica) - 6,5 milhões de euros
9 - Michael Olunga (QUE, Al-Duhail) - 6 milhões de euros
10 - Brenden Aaronson (EUA, Red Bull Salzburg) - 5,5 milhões de euros
Mark McKenzie (EUA, Genk) - 5,5 milhões de euros
TOTAL: 198 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt