PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Rafael Reis

Mercado da Bola já movimentou R$ 8,5 bi; conheça os 10 clubes mais gastões

Barcelona lidera o ranking de clubes mais gastões desta janela de transferências - Lluis Gene/AFP
Barcelona lidera o ranking de clubes mais gastões desta janela de transferências Imagem: Lluis Gene/AFP
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

29/07/2020 04h20

Em crise depois de deixar escapar o título espanhol e criticado até mesmo pelo seu principal jogador, Lionel Messi, o Barcelona é o clube do planeta que mais investiu em reforços para a próxima temporada até o momento.

De acordo com o "Transfermarkt", site especializado no Mercado da Bola, a equipe catalã já gastou 96 milhões de euros (R$ 584,6 milhões) na chegada de novos jogadores para 2020/2021, quando tentará desbancar o Real Madrid e recuperar a hegemonia dos últimos anos em La Liga.

Sozinho, o Barça foi responsável por quase 7% de todos os gastos com compra e empréstimos de jogadores registrados no planeta inteiro nesta edição da janela de transferências. Até agora, esse mercado movimentou 1,4 bilhão de euros (R$ 8,5 bilhões).

Três reforços já chegaram ao Camp Nou para a próxima temporada: o meia bósnio Miralem Pjanic e os atacantes Francisco Trincão e Pedri. Mas, na prática, a equipe culé só pagou pelos dois últimos.

Apesar de a compra de Pjanic ter sido registrada com o preço de 60 milhões de euros (R$ 365,4 milhões), ela na verdade foi um troco recebido pela negociação que levou o meia brasileiro Arthur para a Juventus e que custou 72 milhões de euros (R$ 437,8 milhões) - na prática, Pjanic e mais 12 milhões de euros (R$ 72,4 milhões).

Além do Barça, outros dois clubes já ultrapassaram a barreira dos 90 milhões de euros (R$ 547,2 milhões) investidos em reforços nesta janela de transferências: o Chelsea gastou 93 milhões de euros (R$ 565,4 milhões), enquanto a Juventus torrou 92,5 milhões (R$ 562,4 milhões).

No total, o top 10 dos times mais gastões do planeta para a próxima temporada conta com quatro italianos (Juventus, Inter de Milão, Parma e Roma), dois espanhóis (Barcelona e Atlético de Madri), dois alemães (Borussia Dortmund e Bayern de Munique), um francês (Paris Saint-Germain) e um inglês (Chelsea).

No ano passado, o Mercado da Bola de junho/julho/agosto foi o maior da história do futebol e movimentou cerca de 7 bilhões de euros (R$ 42,5 bilhões, na cotação atual).

Esse valor dificilmente será alcançado neste ano devido aos efeitos econômicos provocados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Também devido à proliferação do vírus, os períodos para negócios também tiveram suas datas alteradas.

Ao contrário do que normalmente ocorre nos países do primeiro escalão da Europa, a janela de transferências desta vez não será fechada no fim de agosto. Inglaterra e França permitirão o registro de novos jogadores até meados de setembro. Já Alemanha, Itália, Portugal e Espanha estenderam os prazos para transações por um mês mais, até outubro.

Os 10 clubes que mais gastaram nesta janela

1 - Barcelona (ESP) - 96 milhões de euros
2 - Chelsea (ING) - 93 milhões de euros
3 - Juventus (ITA) - 92,5 milhões de euros
4 - Inter de Milão (ITA) - 65 milhões de euros
5 - Atlético de Madri (ESP) - 56 milhões de euros
6 - Paris Saint-Germain (FRA) - 50 milhões de euros
7 - Borussia Dortmund (ALE) - 48 milhões de euros
8 - Bayern de Munique (ALE) - 45 milhões de euros
9 - Parma (ITA) - 42 milhões de euros
10 - Roma (ITA) - 40 milhões de euros

Os 10 reforços mais caros

1 - Arthur (BRA, Juventus) - 72 milhões de euros
2 - Miralem Pjanic (BOS, Barcelona) - 60 milhões de euros
3 - Álvaro Morata (ESP, Atlético de Madri) - 56 milhões de euros
4 - Timo Werner (ALE, Chelsea) - 53 milhões de euros
5 - Mauro Icardi (ARG, Paris Saint-Germain) - 50 milhões de euros
6 - Leroy Sané (ALE, Bayern de Munique) - 49 milhões de euros
7 - Achraf Hakimi (LD, Inter de Milão) - 40 milhões de euros
Hakim Ziyech (MAR, Chelsea) - 40 milhões de euros
9 - Giovani Lo Celso (ARG, Tottenham) - 32 milhões de euros
10 - Francisco Trincão (POR, Barcelona) - 31 milhões de euros
TOTAL DA JANELA: 1,4 bilhão de euros

Os 10 brasileiros mais caros

1 - Arthur (Juventus) - 72 milhões de euros
2 - Pedrinho (Benfica) - 20 milhões de euros
3 - Antony (Ajax) - 15,8 milhões de euros
4 - Matheus Pereira (Barcelona B) - 8 milhões de euros
Robson Bambu (Nice) - 8 milhões de euros
6 - Dudu (Al-Duhail) - 7 milhões de euros
7 - Yan Couto (Manchester City) - 6 milhões de euros
8 - Hernani (Parma) - 4,5 milhões de euros
9 - Arthur Cabral (Basel) - 4,4 milhões de euros
10 - Nathan (Atlético-MG) - 3 milhões de euros

Fonte: Transfermarkt