PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Como brasileiro goleador em Portugal pode fazer Palmeiras e Santos lucrarem

Carlos Vinícius, do Benfica, é o artilheiro do Campeonato Português - Getty Images
Carlos Vinícius, do Benfica, é o artilheiro do Campeonato Português Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

03/06/2020 04h00

Os dirigentes de Palmeiras e Santos devem acompanhar com atenção o retorno pós-pandemia do Campeonato Português, a partir de hoje (3).

É que os clubes paulistas estão na torcida para que o artilheiro da competição continue mantendo o mesmo desempenho que tinha antes da paralisação da liga, três meses atrás, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Autor 15 gols pelo Benfica na primeira divisão da terra de Cristiano Ronaldo (e 20 na soma de todos os torneios da temporada), o atacante brasileiro Carlos Vinícius passou pelas categorias de base alviverde e alvinegra. E, por causa disso, pode fazer com os que dois times descolem uma graninha extra nos próximos meses.

Devido ao mecanismo de solidariedade da Fifa, 5% do valor de todas as transferências internacionais é divido entre os clubes que participaram da formação do jogador negociado (ou seja, onde ele atuou entre 12 e 23 anos).

E Vinícius tem tudo para ser uma das atrações da próxima janela de transferências na Europa.

De acordo com o jornal português "A Bola", o centroavante está na lista de compras do Manchester United. Já o espanhol "As" coloca o brasileiro como um possível objetivo de mercado para outro gigante da Inglaterra, o Liverpool.

Por causa da crise econômica decorrente da pandemia, é pouco provável que o Benfica receba alguma proposta que se aproxime dos 100 milhões de euros (R$ 584 milhões) da multa rescisória do atacante de 25 anos. Mas o negócio dificilmente não será fechado caso alguém ofereça mais de 60 milhões de euros (R$ 350 milhões).

Nesse cenário, o Santos arrecadaria pelo menos 900 mil euros (R$ 5,2 milhões). Já o Palmeiras, onde o camisa 95 ficou por menos tempo, faturaria ao menos R$ 3,5 milhões. Claro que esses valores podem aumentar dependendo do preço de uma eventual venda.

Carlos Vinícius precisou de apenas sete meses de futebol para conquistar a torcida do Benfica e entrar no radar de alguns dos mais poderosos clubes da Europa.

O centroavante está em sua primeira temporada na equipe lisboeta. Antes, havia se destacado em times menores de Portugal (Real Massamá e Rio Ave) e tido passagens discretas por Napoli, onde nem chegou a atuar, e Monaco (16 jogos e dois gols).

Além do faro artilheiro, o goleador do futebol lusitano é também conhecido pela forma como costuma comemorar seus gols. Seu apelido é "Vinícius da Pose", já que costuma cruzar os braços depois de balançar as redes, gesto que muitas vezes também é feito pelo francês Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain.

O Campeonato Português foi paralisado no dia 8 de março, depois da realização da 24ª rodada. O Porto lidera a competição com 60 pontos, um a mais que o Benfica, seu concorrente direto na briga pelo título - o Braga, terceiro, tem 46.

O país que retoma seu futebol hoje virou referência mundial no combate ao coronavírus. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 32.500 portugueses tiveram a Covid-19 e 1.410 morreram da do,ença.

A primeira rodada do Português pós-coronavírus

Portimonense x Gil Vicente (03/06, às 15h)
Famalicão x Porto (03/06 (às 17h15)
Marítimo x Vitória de Setúbal (04/06, às 14h)
Benfica x Tondela (04/06, às 15h15)
Vitória de Guimarães x Sporting (04/06, às 17h15)
Santa Clara x Braga (05/06, às 15h)
Desportivo das Aves x Belenenses (05/06, às 17h15)
Boavista x Moreirense (06/06, às 17h15)
Rio Ave x Paços Ferreira (07/06, às 17h)

Rafael Reis