PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


5 brasileiros que o Barcelona contratou e ninguém entendeu por que

Keirrison posa ao lado do escudo do Barcelona no dia 23 de julho de 2009, data de sua apresentação no clube - Gustau Nacarino/Reuters
Keirrison posa ao lado do escudo do Barcelona no dia 23 de julho de 2009, data de sua apresentação no clube Imagem: Gustau Nacarino/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

29/04/2020 04h20

Classificação e Jogos

Uma parte considerável da história de sucesso do Barcelona nas últimas décadas foi escrita com pés brasileiros. Romário, Ronaldo, Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho, Daniel Alves e Neymar foram alguns dos representantes do futebol pentacampeão mundial que ajudaram a equipe culé a empilhar troféus desde os anos 1990.

Mas isso não significa que os catalães sempre dão bola dentro na hora de se reforçarem com jogadores aptos a defender a seleção canarinho.

Assim como acertou muito, o Barça também já errou bastante na hora de contratar brasileiros. Há alguns jogadores que, até hoje, os torcedores não conseguem entender por que passaram pelo Camp Nou.

O "Blog do Rafael Reis" apresenta abaixo cinco desses compatriotas dos Ronaldos e companhia que até entraram para a história do clube catalão, mas apenas por terem sido reforços inexplicáveis.

KEIRRISON
Atacante
31 anos
Contratado em 2009

Keirrison em ação com a camisa do Coritiba - Heuler Andrey/Getty Images - Heuler Andrey/Getty Images
Keirrison em ação com a camisa do Coritiba
Imagem: Heuler Andrey/Getty Images

As fotos de Keirrison ao lado do escudo do Barcelona no centro de treinamentos do clube são um clássico. Até porque essas imagens são praticamente o único registro da passagem do centroavante brasileiro pelo time catalão. K9 foi contratado pelo Barça no primeiro semestre de 2009, após se destacar pelo Palmeiras no Campeonato Paulista daquele ano. No entanto, o atacante nunca fez parte dos planos do técnico Pep Guardiola e iniciou uma peregrinação de empréstimos: Benfica, Fiorentina, Santos, Cruzeiro e Coritiba. Sem emplacar em lugar nenhum desde então, Keirrison já está há quase um ano e meio sem disputar uma única partida oficial.

HENRIQUE
Zagueiro
33 anos
Contratado em 2008

Henrique, no Barcelona - AMA/Corbis/Getty Images - AMA/Corbis/Getty Images
Imagem: AMA/Corbis/Getty Images

Assim como Keirrison, que é seu cunhado, o zagueiro também começou a carreira no Coritiba, ganhou projeção nacional no Palmeiras e acabou desembarcando no Barcelona. Henrique até chegou a disputar amistosos pelo time mais poderoso da Catalunha, mas nunca foi a campo em uma partida oficial. O zagueiro permaneceu vinculado ao clube durante quatro temporadas, período em que foi cedido a Bayer Leverkusen, Racing Santander e Palmeiras, time em que viveu os melhores momentos de sua carreira. No ano passado, deixou o Corinthians rumo ao Al-Ittihad, da Arábia Saudita.

DOUGLAS
Lateral direito
29 anos
Contratado em 2014

Douglas, do Barcelona - Cristian Quicler/AFP - Cristian Quicler/AFP
Imagem: Cristian Quicler/AFP

A notícia de que o São Paulo havia vendido Douglas para o Barcelona foi um choque até para os torcedores do clube do Morumbi. Afinal, quando o negócio foi fechado em 2014, o lateral direito era um dos jogadores mais criticados do elenco tricolor. Mas o Barça acreditou no potencial ofensivo de Douglas e apostou que ele poderia se tornar um novo Daniel Alves. Bem, os oito jogos que o brasileiro disputou com a camisa culé ao longo de cinco anos de contrato mostraram que o tiro passou longe do alvo. No começo desta temporada, após três empréstimos para outros times europeus, Douglas foi liberado gratuitamente para assinar com o Besiktas (TUR).

ROBERT
Meia-atacante
23 anos
Contratado em 2016

Robert, do Barcelona - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Robert só disputou 156 minutos do Campeonato Brasileiro de 2015 pelo Fluminense. Mesmo assim, o Barcelona apostar no futebol do jogador e leva-lo à Catalunha no começo do ano seguinte. O empréstimo era só de seis meses, tempo em que o meia-atacante atuaria pela equipe B e teria seu desempenho avaliado antes da decisão sobre comprar ou não seus direitos econômicos. Mas Robert teve problemas de documentação, praticamente não jogou e, com dificuldade para se manter no peso, ganhou o maldoso apelido de "Neymar Gordo". Devolvido ao Flu, chegou a jogar em Hong Kong e disputou o Estadual do Rio deste ano pelo Boavista.

MATHEUS FERNANDES
Volante
21 anos
Contratado em 2020

Ronaldo Matheus Fernandes - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Ronaldo posa ao lado de Matheus Fernandes, brasileiro contratado para esta temporada
Imagem: Reprodução/Instagram

O jovem volante ainda tem tempo para mostrar que a diretoria do Barcelona estava certa ao tirá-lo do Palmeiras no começo deste ano. Mas, pensando com a cabeça de um torcedor culé, é bem difícil de compreender essa transação. Afinal, Matheus Fernandes passou praticamente 2019 inteiro na reserva da equipe alviverde e só teve mais oportunidades na reta final da temporada. Para ganhar bagagem, foi automaticamente emprestado pelo Barça ao Valladolid. Mas a pausa do Campeonato Espanhol devido ao coronavírus chegou antes que o brasileiro tivesse sua documentação regularizada e pudesse estrear.

Rafael Reis