PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Como desabafo da esposa complicou a vida de ex-São Paulo na França

Thiago Mendes e sua esposa, Kelly, na chegada ao Lyon - Reprodução
Thiago Mendes e sua esposa, Kelly, na chegada ao Lyon Imagem: Reprodução
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

13/03/2020 04h00Atualizada em 13/03/2020 07h41

Classificação e Jogos

Titular do Lyon durante a maior parte da temporada, o volante brasileiro Thiago Mendes não disputa uma partida pela equipe francesa há quase um mês. Mas a culpa do seu sumiço das escalações não é exclusivamente dele.

O ex-jogador do São Paulo parou de ser relacionado até para o banco de reservas depois que sua esposa, Kelly Mendes, publicou postagens nas redes sociais criticando o técnico Rudi Garcia.

A confusão começou no dia 26 de fevereiro, quando o Lyon venceu a Juventus por 1 a 0, na França, no confronto de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Preterido pelo também brasileiro Bruno Guimarães, que acabou de chegar do Athletico Paranaense, Thiago Mendes passou os 90 minutos da partida no banco. A situação desagradou a influenciadora digital, que usou o Instagram para desabafar.

Em vídeos publicados na rede social, Kelly reclamou da não utilização do esposo. Além disso, postou uma imagem com o rosto pintado de palhaço, mesmo filtro que vem sendo utilizado pela torcida do Lyon para criticar o desempenho do treinador.

Kelly Mendes - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Depois das críticas da influenciadora, Thiago Mendes não foi mais relacionado por Garcia. Ele sequer ficou no banco nos jogos contra Saint-Étienne e Lille, pelo Campeonato Francês, e na goleada por 5 a 1 sofrida ante o Paris Saint-Germain, pelas semifinais da Copa da França.

A última vez que ele foi a campo foi no empate por 1 a 1 com o Strasbourg, em 16 de fevereiro. Depois, o brasileiro não foi aproveitado em uma partida contra o Metz e ficou no banco contra a Juventus.

Ontem (12, o jogador resolveu se pronunciar sobre o caso. Em vídeo publicado no Instagram, o volante negou ter desrespeitado "um colega de trabalho" e comprometeu-se a continuar treinando normalmente enquanto aguarda novas chances no Lyon.

"Passando para deixar um recado para vocês. Recebi muitas mensagens de amigos, fãs sobre minha ausência dentro de campo. Resolvi me pronunciar para acabar com qualquer dúvida sobre minha pessoa. Todos que me conhecem sabem da minha índole, do meu caráter, e jamais desrespeitei nenhum colega de trabalho. Apesar de tudo, sigo treinando todos os dias e estou 100% à disposição da equipe. Reforço meu compromisso com o clube e diretoria. Um grande abraço a todos que me mandaram força", disse.

Aos 27 anos, Thiago Mendes está em sua primeira temporada no Lyon. Ele foi contratado pelo diretor esportivo Juninho Pernambucano depois de se destacar durante dois anos no Lille. O negócio movimentou 22 milhões de euros (R$ 120 milhões, na cotação atual).

No total, o volante já disputou 33 partidas pelo clube. Em 28 delas, foi escalado como titular.

O Lyon ocupa a sétima colocação da Ligue 1, com 40 pontos, 28 a menos que o Paris Saint-Germain, que mais uma vez lidera a competição. Hoje, receberia o Reims. A partida, no entanto, foi adiada depois que o futebol na França foi paralisado devido à pandemia do novo coronavírus. O reencontro contra a Juventus, pela Champions, que estava marcado para a próxima terça-feira, também teve o mesmo destino.

Rafael Reis