PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Em três anos, Mbappé produz 30% a mais de gols que Neymar para o PSG

Neymar e Mbappé, os dois protagonistas do Paris Saint-Germain - Getty Images
Neymar e Mbappé, os dois protagonistas do Paris Saint-Germain Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

10/03/2020 04h00

Classificação e Jogos

O Paris Saint-Germain espera ter Neymar e Kylian Mbappé juntos dentro de campo no Parc des Princes, amanhã (11), para reverter a vantagem do Borussia Dortmund e conseguir a classificação para as quartas de final da Liga dos Campeões.

Mas, ao longo dos três anos da parceria construída entre o craque brasileiro e o jovem astro francês, qual dois protagonistas tem sido mais importante para o PSG?

Como ambos foram contratados na mesma época, logo no começo da temporada 2017/2018, fica fácil fazer uma comparação entre os números dos dois principais nomes da equipe da capital francesa.

E Mbappé leva a melhor sobre Neymar na quantidade de gols criados. Desde que vestiu azul pela primeira vez, o garoto produziu 139 alterações no marcador. Foram 90 bolas que ele mesmo empurrou para as redes e mais 49 assistências.

Já o camisa 10 brasileiro gerou 107 movimentações no placar. Neymar já anotou 68 vezes pelo PSG e distribuiu 39 passes para seus companheiros marcarem e festejarem.

A diferença entre a produção dos dois é de cerca de 30%. E, na atual temporada, tem sido ainda mais gritante. Mbappé produziu 47 gols (30 + 17 assistências), contra apenas 27 (17 + 10 assistências) do seu principal parceiro no setor ofensivo.

Só que a vantagem do francês sobre o brasileiro tem uma razão bem específica. Como ele se machuca menos, tem menos problemas disciplinares e acumula um número menor de cartões e suspensões, acaba disputando uma quantidade bem maior de partidas.

Enquanto Mbappé já disputou 119 partidas pelo PSG, Neymar tem só 79 jogos pelo clube da Cidade Luz. Na prática, isso significa que o ex-jogador de Santos e Barcelona produz 1,35 gol a cada vez que vai a campo, média superior à de 1,17 do seu célebre companheiro.

Ou seja, ao longo dos últimos três anos, o francês tem sido o jogador mais importante do PSG com mais frequência. Mas, quando o brasileiro está em campo, a tendência é que ele seja o "cara" do time atualmente dirigido por Thomas Tuchel.

Ao contrário de Neymar, que desfalcou a equipe nos mata-matas da Liga dos Campeões das duas últimas temporadas devido a problemas físicos, mas tem escalação confirmada, Mbappé ainda é dúvida para o confronto contra os alemães.

O camisa 7 não treinou ontem por conta de uma dor de garganta e pode ser barrado caso não se recupere da indisposição.

Devido à proliferação da epidemia do novo coronavírus pela Europa, a casa parisiense não receberá público na partida de amanhã. Ou seja, o PSG não terá apoio da torcida para tentar a virada e continuar na briga pelo inédito título continental.

O time francês foi derrotado por 2 a 1 pelo Dortmund, três semanas atrás. Para avançar até as quartas da Champions, precisa vencer o jogo de volta por 1 a 0 ou por pelo menos dois gols de diferença.

Nesta temporada, a decisão do torneio interclubes mais badalado do planeta está marcada para o dia 30 de maio e será disputada no estádio Olímpico Atatürk, em Istambul, na Turquia.

Rafael Reis