PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


5 artilheiros do futebol sul-americano para seu clube contratar neste ano

Silvio Romero, artilheiro da última Sul-Americana, comemora gol pelo Independiente - Divulgação
Silvio Romero, artilheiro da última Sul-Americana, comemora gol pelo Independiente Imagem: Divulgação
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

20/01/2020 04h00

Seu clube está precisando de um novo homem-gol para 2020? A solução para esse problema pode estar fora do território brasileiro, mais precisamente em algum dos nossos países vizinhos.

Uma boa opção para quem deseja contratar um centroavante é olhar a lista dos artilheiros dos principais campeonatos da América do Sul no ano passado. Como o Brasil possui um futebol mais rico que os outros do continentes, esses jogadores normalmente cabem na realidade financeira dos nossos clubes.

O "Blog do Rafael Reis" dá uma forcinha nesta busca e apresenta abaixo cinco goleadores do futebol sul-americano de 2019 que seriam reforços interessantes para os clubes do Brasil em 2020.

SILVIO ROMERO
Atacante
31 anos
Argentino
Independiente (ARG)

Divulgação
Imagem: Divulgação

O centroavante, que já rodou pelo futebol mexicano e teve uma experiência rápida na França, vive o melhor momento de sua carreira. Com dez gols, Romero lidera a artilharia do Campeonato Argentino. Além disso, foi o goleador máximo da última edição da Copa Sul-Americana, com cinco bolas nas redes. Atacante de boa qualidade técnica e que também sabe jogar fora da área, o camisa 18 não é reforço para qualquer clube brasileiro, apenas para os mais endinheirados. Afinal, no começo de 2019, o clube argentino pagou US$ 4,2 milhões (quase R$ 18 milhões) para tirá-lo do América (MEX).

MICHAEL RANGEL
Atacante
28 anos
Colombiano
América de Cali (COL)

Reprodução
Imagem: Reprodução

Um típico nômade da bola, o atacante que já vestiu 11 camisas diferentes ao longo da carreira conquistou o título do último Campeonato Colombiano com o América de Cali e, de quebra, dividiu a artilharia da competição com Germán Cano, já contratado pelo Vasco. Autor de 13 gols no torneio, Rangel está com o futuro indefinido. O centroavante nem viajou para um torneio de pré-temporada porque gostaria de ser negociado. Mas, até o momento, ele continua fazendo parte do elenco colombiano.

GONZALO BERGESSIO
Atacante
35 anos
Argentino
Nacional (URU)

Miguel Rojo/AFP
Imagem: Miguel Rojo/AFP

Autor de sete gols no Torneio Clausura do Campeonato Uruguaio, o argentino pode ser o nome ideal para o time que busca um nome experiente para comandar seu ataque. Bergessio já tem 35 anos, atuou em três ligas diferentes na Europa (Portugal, França e Itália) e disputou três jogos ao lado de Lionel Messi na seleção. Apesar de recentemente ter renovado contrato com o Nacional até o fim de 2020, não é um reforço inviável, já que o clube uruguaio anda mal das pernas financeiramente.

LUCAS PASSERINI
Atacante
25 anos
Argentino
Palestino (CHI)

MARTIN BERNETTI / AFP
Imagem: MARTIN BERNETTI / AFP

Atacante que nunca teve muito destaque no futebol argentino, Passerini precisou migrar ao Chile para desandar a fazer gols. Foram 14 só na última edição do Campeonato Chileno, marca que ajudou o Palestino a se classificar para a Libertadores-2020. O clube até chegou a anunciar que o centroavante permaneceria nesta temporada, mas isso não deve acontecer. A equipe tiver interesse em contratar Passerini precisa correr contra o tempo, já que ele está em negociações avançadas com o Cruz Azul, do México.

LUIS AMARILLA
Atacante
24 anos
Paraguaio
Vélez Sarsfield (ARG)

Divulgação
Imagem: Divulgação

Bom nome para quem busca um goleador e não pode gastar muito. O paraguaio marcou 19 vezes no Campeonato Equatoriano do ano passado, atuando por empréstimo pela Universidad Católica. Com o fim do contrato, retornou ao Vélez Sarsfield, da Argentina, que não tem intenção de utilizá-lo. Por isso, Amarilla está livre para ser negociado em definitivo. Ele já teve propostas do Colo-Colo, do Chile, e também de um time dos Estados Unidos (Minnesota United). Mas, por enquanto, continua com o futuro em aberto.

Rafael Reis