PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


CR7 entra no top 10 da Chuteira de Ouro; Immobile se isola na liderança

Cristiano Ronaldo comemora gol marcado pela Juventus no Campeonato Italiano - Massimo Pinca/Reuters
Cristiano Ronaldo comemora gol marcado pela Juventus no Campeonato Italiano Imagem: Massimo Pinca/Reuters
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

14/01/2020 04h20

Segundo maior vencedor da história da Chuteira de Ouro, Cristiano Ronaldo entrou mais uma vez na briga pelo prêmio dedicado ao maior artilheiro dos campeonatos nacionais da Europa na temporada.

O astro português, que já levantou o troféu em quatro oportunidades (2008, 2011, 2014 e 2015), marcou quatro vezes nas duas últimas rodadas do Campeonato Italiano e entrou no top 10 da corrida pelo posto de goleador máximo do continente.

O camisa 7 da Juventus, que marcou três vezes contra o Cagliari, no dia 6, e meteu mais uma bola na rede na vitória por 2 a 1 sobre a Roma, no último domingo, soma 14 gols na primeira divisão do Calcio e 28 pontos na Chuteira de Ouro.

Com isso, Ronaldo ocupa agora a sétima colocação no ranking dos artilheiros da Europa, ao lado dos ingleses Danny Ings e Marcus Rashford, do gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, do belga Romelu Lukaku e do francês Wissam Ben Yedder.

Todos eles estão a 12 pontos, ou seis gols, do líder da versão 2019/2020 do prêmio, o italiano Ciro Immobile, que se isolou na ponta ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 da Lazio sobre o Napoli, no sábado.

A aproximação de Cristiano Ronaldo na Chuteira de Ouro é mais uma prova do renascimento que o veterano de 35 anos tem protagonizado nos últimos dois meses.

Criticado por torcedores da Juventus e jornalistas italianos no início da temporada, o craque virou o jogo desde meados de novembro e balançou as redes em todas as seis últimas rodadas da Série A (foram dez gols só nesse período).

Assim, deixou para trás também Lionel Messi, o recordista histórico do prêmio. Artilheiro da Europa em seis edições (2010, 2012, 2013, 2017, 2018 e 2019), o camisa 10 do Barcelona ocupa no momento a 13ª colocação, com 26 pontos.

Quem não está nada bem na disputa pelo prêmio é o Brasil. O representante do país mais bem classificado no ranking desta temporada é o atacante João Pedro, do italiano Cagliari, que ocupa a 23ª posição, com 22 pontos.

O país pentacampeão mundial de futebol não fatura a taça desde 2001/2002, quando Jardel (Sporting) foi o goleador máximo da temporada. O ex-centroavante de Palmeiras e Grêmio também levantou o troféu em 1998/1999. Além dele, apenas Ronaldo (1996/1997) já colocou o Brasil no lugar mais alto do pódio.

O "Blog do Rafael Reis" publica a cada terça-feira uma nova parcial da disputa.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º - Ciro Immobile (ITA, Lazio) - 40 pontos (20 gols)
2º - Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) - 38 pontos (19 gols)
3º - Timo Werner (ALE, RB Leipzig) - 36 pontos (18 gols)
4º - Jamie Vardy (ING, Leicester) - 34 pontos (17 gols)
5º - Erik Sorga (EST, Flora Tallinn) - 31 pontos (31 gols)
6º - Ilia Shrukin (BLR, Energetik-BGU Minks) - 28,5 pontos (19 gols)
7º - Cristiano Ronaldo (POR, Juventus) - 28 pontos (14 gols)
Danny Ings (ING, Southampton) - 28 pontos (14 gols)
Marcus Rashford (ING, Manchester United) - 28 pontos (14 gols)
Pierre-Emerick Aubameyang (GAB, Arsenal) - 28 pontos (14 gols)
Romelu Lukaku (BEL, Inter de Milão) - 28 pontos (14 gols)
Wissam Ben Yedder (FRA, Monaco) - 28 pontos (14 gols)

Rafael Reis