PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Rafael Reis


Machucado, David Neres "congela" no mercado e deve ficar no Ajax até junho

David Neres em ação pelo Ajax; atacante está machucado e não deve ser negociado nesta janela de transferências - Getty Images
David Neres em ação pelo Ajax; atacante está machucado e não deve ser negociado nesta janela de transferências Imagem: Getty Images
Rafael Reis

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

13/01/2020 04h00

Um dos destaques do Ajax ao longo das últimas temporadas, o atacante brasileiro David Neres deve permanecer no futebol holandês por pelo menos mais seis meses.

O jogador revelado nas categorias de base do São Paulo não deve ser negociado nesta janela de transferências devido a uma contusão no joelho sofrida durante a partida contra o Chelsea, no dia 5 de novembro, pela Liga dos Campeões da Europa.

Desde então, o atacante de 22 anos não voltou a mais a campo. Ele precisou passar por uma cirurgia para reparar a lesão, está se tratando e ainda não tem previsão de voltar a ser relacionado pela equipe de Amsterdã.

Esses dois meses de inatividade, justamente no momento em que os clubes avaliam suas contratações para a janela de janeiro, fizeram com que o interesse de times do primeiro escalão da Europa em se reforçar com David Neres desse uma esfriada.

Em edições anteriores do Mercado da Bola, equipes como Manchester United, Milan, Atlético de Madri e Paris Saint-Germain foram apontadas como candidatas a tirar o atacante de Amsterdã.

O Ajax já teve pelo menos duas propostas oficiais pelo jogador: uma de 35 milhões de euros (R$ 158,9 milhões), feita pelo Guangzhou Evergrande, em janeiro de 2019, e outra de 60 milhões de euros (R$ 272,4 milhões), do Manchester United, no meio do ano passado.

Nas duas ocasiões, Neres optou por rejeitar as ofertas e permanecer no clube holandês, com quem tem contrato até junho de 2023 - o São Paulo ainda possui 20% dos direitos do jogador e lucrará com sua próxima transferência.

De acordo com o "Transfermarkt", site especializado na cobertura do Mercado da Bola, o brasileiro é hoje o terceiro jogador mais caro do Ajax e tem valor de mercado estimado em 45 milhões de euros (R$ 203,6 milhões), menos apenas que o meia Donny van de Beek e o marroquino Hakim Ziyech.

O atacante chegou à Holanda no começo de 2017, em uma negociação de 12 milhões de euros (R$ 54,3 milhões). Ele já disputou 119 partidas pelo clube, marcou 35 vezes e deu 34 assistências.

O bom futebol mostrado por lá também o levou à seleção. Foram sete jogos com a camisa amarelinha e uma bola na rede, no amistoso contra Honduras, antes da Copa América de 2019.

Atual campeão holandês, o Ajax está novamente na liderança da competição. Com 18 rodadas disputadas, soma 44 pontos, três a mais que o AZ Alkmaar, segundo colocado. Nesta sexta-feira, recebe o Sparta Roterdã, em seu primeiro compromisso oficial depois das férias de fim de ano.

Na Champions, o time de David Neres já se deu mal e foi eliminado ainda na fase de grupos. Terceiro colocado da chave que classificou Valencia e Chelsea, foi para a Liga Europa e terá o Getafe, da Espanha, como adversário na abertura dos mata-matas.

Rafael Reis