PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Opinião: falta ao São Paulo postura de quem briga pelo título

Lance do jogo entre São Paulo e Athletico-PR, na Arena da Baixada, pelo Brasileirão - Robson Mafra/AGIF
Lance do jogo entre São Paulo e Athletico-PR, na Arena da Baixada, pelo Brasileirão Imagem: Robson Mafra/AGIF
Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

17/01/2021 18h02

No empate em um gol com o Athletico neste domingo (17), em Curitiba, o São Paulo mais uma vez não mostrou postura de quem briga pelo título. Isso já tinha acontecido nas derrotas seguidas na disputa para Red Bull Bragantino e Santos.

Os são-paulinos não demonstraram intensidade e atenção de uma equipe que quer ser campeã brasileira. Quem lidera a competição não pode se dar ao luxo de ter momentos de desatenção, como o que permitiu ao Furacão abrir o placar no primeiro tempo.

Desde o início do jogo, o time de Diniz deveria demonstrar ao adversário que encarava a partida como uma decisão.

Isso se mostra ganhando as divididas, sendo intenso na marcação e rápido e objetivo no ataque. O São Paulo não foi assim.

Atuou com a postura de quem disputa mais uma partida de um campeonato por pontos corridos.

Foi organizado na maior parte do jogo. Mas isso não basta para conquistar o título. Não foi assim que o clube do Morumbi chegou ao topo da tabela. As melhores atuações vieram com apetite de campeão.

Não há só um culpado por essa situação. O problema é coletivo. Mas, se existe um jogador que poderia espalhar esse espírito de quem quer ser campeão aos companheiros e não está fazendo isso o cara é Daniel Alves. Por sua experiência e pelo que já conquistou na carreira, ele deveria assumir essa liderança. No entanto, Dani mais uma vez, deixou a desejar como líder e tecnicamente.

Se inscreva no canal Ricardo Perrone no YouTube

Blog do Perrone