PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Quanto custou ao Corinthians Sornoza, emprestado de graça para o Tijuana?

Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

16/01/2021 04h00

Recentemente emprestado de graça para o Tijuana, do México, Junior Sornoza gerou custo de R$ 11.500.000 para o Corinthians ao ser contratado no início de 2019.

O valor aparece em lista publicada no balanço corintiano referente a 2019. A relação traz custos com a compra de direitos federativos de jogadores e inclui "gastos com pagamentos de luvas ou assemelhados".

No ano retrasado, o alvinegro comprou 100% dos direitos do meia equatoriano e o tirou do Fluminense.

O balanço também mostra que em 31 de dezembro de 2019 faltava ao Corinthians pagar R$ 8.624.000 dos R$ 11,5 milhões.

Sornoza foi emprestado por um ano ao Tijuana após retornar de empréstimo para a LDU, do Equador.

Conforme mostrou o UOL Esporte, nos bastidores, a diretoria corintiana afirma que o empréstimo gratuito para o Tijuana foi um bom negócio porque os mexicanos pagarão integralmente o salário do meia.

Sornoza tem contrato com o alvinegro até o final de 2022. A contratação do equatoriano foi feita com o atual presidente corintiano, Duilio Monteiro Alves , como diretor de futebol.

Se inscreva no canal Ricardo Perrone no YouTube

Blog do Perrone