PUBLICIDADE
Topo

Blog do Perrone

Sem Ramírez, Palmeiras ainda tem opção estrangeira

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras - Cesar Greco
Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras Imagem: Cesar Greco
Perrone

Ricardo Perrone é formado em jornalismo pela PUC-SP, em 1991, cobriu como enviado quatro Copas do Mundo, entre 2006 e 2018. Iniciou a carreira nas redações dos jornais Gazeta de Pinheiros e A Gazeta Esportiva, além de atuar como repórter esportivo da Rádio ABC, de Santo André. De 1993 a 1997, foi repórter da Folha Ribeirão, de onde saiu para trabalhar na editoria de esporte do jornal Notícias Populares. Em 2000, transferiu-se para a Folha de S.Paulo. Foi repórter da editoria de esporte e editor da coluna Painel FC. Entre maio de 2009 e agosto de 2010 foi um dos editores da Revista Placar.

21/10/2020 10h28

O Palmeiras foi ao Equador tentar a contratação de Miguel Ángel Ramírez já com pelo menos um nome de treinador estrangeiro no bolso como opção.

Sem citar nomes, duas fontes com trânsito na diretoria afirmaram que, apesar de dizer que a nacionalidade não é o primeiro critério de escolha, Maurício Galiotte prefere ainda tentar um técnico de fora do país antes de investir no mercado nacional.

Só que uma nova negociação terá que começar do zero porque nenhum nome foi procurado antes de a conversa com Ramírez ser encerrada nesta terça (20). O treinador do Independiente del Valle só aceitaria assumir o cargo em dezembro.

Entre aliados do presidente palmeirense há um clima de incerteza sobre se o clube conseguirá emplacar um novo projeto sem prejudicar ainda mais o desempenho do time na temporada.

Galiotte bate na tecla de que quer dar uma identidade à equipe, com intensidade, ofensividade e dinamismo.

Blog do Perrone