PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Vitor Pereira escolhe mal e ajuda Fluminense a golear e Galo ultrapassar

só para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

02/07/2022 18h28Atualizada em 02/07/2022 18h46

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido

A rodada começou com Palmeiras na liderança (29 pontos) e o Corinthians em segundo, com 26.

E como Vitor Pereira escalou o time para enfrentar o Fluminense, em ascensão, no Maracanã?

Com jogadores fracos como Júnior Morais, Bruno Melo e Bambu. Com jovens inexperientes (não é pleonasmo) como Robert Renan, Giovane e Biro.

Qual o motivo de se arriscar tanto em um jogo tão importante. Ah, tem o Boca na terça-feira na Bombonera?

Duas perguntas:

1) Vale a pena privilegiar a Libertadores mata-mata em detrimento de um campeonato em que a regularidade é mais importante?

2) Se é para poupar, por que colocar Fábio Santos e Mantuan quando já perdia por 2 x 0? E, depois, ainda com 0 x 2, aos 12 minutos, mandar Roger Guedes e Giuliano a campo. Ou, recorrer a Adson, quando já estava 3 x 0?

Ou poupa ou não poupa?

Resultado: dois vira e dois acaba

Dois de cabeça no primeiro tempo.

Mais dois no segundo.

Com Cano completando uma jogada construída desde a defesa, ao estilo Diniz.

Com direito a um latifúndio para Fred fazer o quarto gol e emocionar a torcida às vésperas da aposentadoria.

Todos os méritos ao Fluminense, que mandou no jogo desde o início. Mas é bom ressaltar que Vitor Pereira ajudou bastante na goleada do tricolor de Fernando Diniz.

Enquanto isso, o Galo venceu o Juventude em Caxias, chegou a 27 pontos e chegou ao segundo lugar.