PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Corinthians precisa investigar acusação de racismo e tomar providências

Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

14/05/2022 21h16Atualizada em 14/05/2022 22h41

Edenílson avisou Rafael Ramos de racismo. Disse que foi chamado de macaco.

Racismo é crime.

O Corinthians precisa investigar a fundo.

E há apenas duas decisões a tomar:

1) Se houve a ofensa - Demitir o jogador. Foi assim com Danilo Avelar.

2) Se não houve a ofensa - Processar Edenílson.

Poderia falar do jogo e vou falar. Mas, acusação de racismo é muito grave. E precisa ser encarada como tal. É mais importante que o jogo.

O jogo?

O Corinthians trouxe o empate e manteve a liderança. Muito importante para um campeonato que dá toda a pinta de ser bastante equilibrado.

O Inter foi melhor, com De Pena e Allan Patrick dominando. Os melhores.

O Corinthians voltou melhor no segundo tempo, principalmente por causa da entrada de Jô, muito mais efetivo que Roger Guedes.

E o gol de empate veio com um lindo passe de Mantuan para Jô. Uma cavada linda.

Foi um bom jogo. Muito disputado. E ofuscado por um possível crime.