PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Triste Brasil, ajudado por Roldán e sabotado por Royal e Daniel

Árbitro colombiano Wilmar Roldan observa o VAR durante Equador x Brasil - RODRIGO BUENDIA/AFP
Árbitro colombiano Wilmar Roldan observa o VAR durante Equador x Brasil Imagem: RODRIGO BUENDIA/AFP
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

27/01/2022 20h24Atualizada em 27/01/2022 20h24

Vocês podem não acreditar, mas não sou saudosista. Mas é impossível não sentir saudades do tempo que o Brasil tinha jogadores talentosos no meio campo. Habilidade, forca, velocidade, chutes de fora da área.

Uma tristeza ver o Brasil jogando apenas pelos lados do campo. E saindo com chutões do goleiro.

Culpa de Tite, que optou pela saída de Coutinho quando Emerson Royal levou o segundo amarelo.

Uma partida pavorosa do lateral, que deve ter dado passos atrás em busca de um lugar no Mundial.

E foi substituído por Daniel Alves, também horroroso. Ruim na marcação e ausente no apoio. Está jogando com o currículo.

O Brasil foi ajudado ainda por Wilmar Roldán, que expulsou Alisson duas vezes. E voltou atrás em ambas.

Para mim, foram pênaltis indiscutíveis em duas saídas atabalhoadas. Gostaria muito de ouvir a opinião de Sandro Meira Ricci se os lances fossem contra o Brasil.

O Brasil foi mal também pelo alto. Thiago Silva e Eder Militão tiveram muitos problemas com os cruzamentos equatorianos.

Quem pede a saída de Neymar e viu o jogo contra o Equador, é bom rever seus conceitos.