PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Rogério está chorando de barriga cheia

Rogério Ceni, treinador do São Paulo, em entrevista coletiva - Transmissão/Youtube/SPFC TV
Rogério Ceni, treinador do São Paulo, em entrevista coletiva Imagem: Transmissão/Youtube/SPFC TV
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

26/01/2022 19h39

Vamos fazer o melhor dentro do que nos foi oferecido.

A frase acima foi a que mais me chamou a atenção na entrevista de Rogério Ceni.

E o que lhe foi oferecido?

O time campeão paulista com Crespo.

O time que chegou às quartas da Libertadores, com Crespo.

O time que teve boa reação no Brasileirão, com ele, Ceni.

E mais cinco reforços: Jandrei, Rafinha, Alisson, Patrick e Nikão.

Jogadores rodados, experientes e com características de liderança que Rogério pediu insistentemente.

Então, com o que ele tinha e com o que ele conseguiu de reforços, dá para esperar um ano melhor.

Rogério tem a obrigação de lutar pelo título no Paulistão, Copa do Brasil e Sul-americana. E de levar o São Paulo de volta à Libertadores, seja com títulos na Sul-americana, Copa do Brasil ou com boa classificação no Brasileirão.

Menos do que isso, ele, voltando à frase inicial, estará fazendo menos do que poderia com o que lhe foi oferecido.

Sim, a diretoria não conseguiu o ponta que ele queria. Luis Henrique pode chegar para o Brasileiro, há boas possibilidade. Enquanto isso, ele pode se virar com Rigoni, Marquinhos e, quem sabe, Caio e Toró. Muita gente gostaria de contar com os dois primeiros.

Falta um zagueiro. O time do tem quatro. Vai chegar alguém. Enquanto isso, Beraldo pode ajudar.

Palmeiras e Corinthians tem elenco melhor. O Bragantino é forte. Tudo bem, mas com um bom treinador, o São Paulo pode fazer bom papel.

E Rogério é bom treinador.