PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: São Paulo precisa mais que os coadjuvantes de Cotia. Não é Petros

Raphael Veiga protege de Gabriel Sara durante Palmeiras x São Paulo pela Libertadores - ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Raphael Veiga protege de Gabriel Sara durante Palmeiras x São Paulo pela Libertadores Imagem: ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

25/10/2021 12h05Atualizada em 25/10/2021 12h05

Luan. Liziero. Nestor. Sara. Igor Gomes.

Os garotos de Cotia estão aí. Titulares do São Paulo, não podem ser culpados pelo momento ruim que o clube passa no Brasileiro. E já imaginou quanto custaria para contratar jogadores desse nível?

Basta ver Gabriel Neves. Quando entra, joga bem mas não é titular. É do mesmo nível das revelações do São Paulo.

Cotia é fundamental para o clube. Técnica e financeiramente.

Isto posto, é preciso desmistificar a falácia de que basta colocar em campo que tudo estará resolvido. Nenhum dos que citei tem a qualidade de Anthony. Ou, em menor escala, de Neres ou Brenner. Sem falar de Casemiro, Kaká e Lucas.

Não são jogadores para os grandes clubes das grandes ligas da Europa. O São Paulo não conseguirá muito dinheiro com eles. Ficarão por aqui mesmo

Mas, não são titulares?

São. Mas como está o time?

Os "Cotianos" atuais são ótimos coadjuvantes. Podem formar a estrutura do time, podem colocar suor em campo, mas...falta mais.

Não consigo imaginar o São Paulo campeão com Gomes e Sara na armação. Como meias.

O São Paulo precisa de um grande jogador por ali. Jogador de outra prateleira. Capaz de elevar o nível técnico do time.

Não é Gabriel Neves.

Não é Benítez.

Não será, evidentemente, Petros.

Esta é a grande contratação necessária. Sem gastar muito dinheiro.

O resto, se resolve.

Calleri, Rigoni, Luciano e Marquinhos são bons e dão conta.

A lateral direita pode se resolver com Nino Paraíba, por exemplo.

Em resumo: Cotia como base e um jogador de alto nível no meio.

Receita para um 2022 bem competitivo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL