PUBLICIDADE
Topo

Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Triste Cruzeiro, virou pauta para o Sensacionalista

Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

16/10/2021 12h47

Cruzeiro, o Rei de Copas, um dos clubes brasileiros mais vencedores, passa por um período muito conturbado.

A má gestão de antigos dirigentes - Wagner de Sá e Itair Machado foram indiciados por formação de organização criminosa, apropriação indébita, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica - levou o clube a uma situação falimentar.

Jogadores entraram em greve para receber salários atrasados. Eles estão ajudando funcionários do clube que não recebem há seis meses.

Os dirigentes fizeram pedido de empréstimo a empresários. Não conseguiram por falta de garantias. E torcedores estão fazendo campanha para ajudar o clube.

Triste, muito triste

E o Sensacionalista?

Não tenho o talento deles, mas posso ajudar com umas pautas.

Com todo esse caos:

1) O presidente Sérgio Rodrigues está na Europa.

2) Foi participar de uma palestra sobre futebol.

3) Foi aprender?

4) Não. Foi ensinar.

5) O tema é " gestão moderna de futebol no Brasil"

Sim.

O clube deve para jogadores. Deve para funcionários humildes. Os jogadores estão em greve. O presidente está na Europa. Ensinando gestão eficiente no futebol

Só falta o Cruzeiro ter pago a viagem.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL