PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Palmeiras dá adeus ao Brasileiro e só a Libertadores salva o ano

Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

03/10/2021 20h33Atualizada em 03/10/2021 21h01

No dia 27 de novembro, o Palmeiras enfrentará o Flamengo no mítico estádio Centenário de Montevidéu. Decisão da Libertadores. Se vencer, será um bicampeonato histórico. Poucos clubes têm um feito assim. E Abel, que já está na história do clube, ficará ainda mais eternizado nos corações verdes.

Se perder, será o ponto final de um ano sem títulos. Depois de perder:.

Supercopa para o Flamengo

Recopa para o DyJ

Copa do Brasil para o CRB.

Paulistão para o São Paulo,

O time deu adeus ao Brasileiro com o empate por 1 x 1 contra o Juventude.

Agora, são dez pontos atrás do Atlético-MG. E apenas um ponto à frente do Flamengo, que tem dois jogos a menos.

Depois das vitórias do Galo sobre o Inter (1x0) e do Flamengo sobre o Furacão (3x0), o Palmeiras precisava vencer também. E Abel acreditou que poderia fazê-lo com vários reservas, como Gabriel Menino, Kuscevic, Jorge, Zé Rafael...

Poderia dar certo. São bons jogadores. Não deu, mesmo com as substituições no segundo tempo.

Agora é correr atrás. Faltam 16 rodadas - 48 pontos - e, se o Palmeiras ganhar todos, o Galo precisa perder três e empatar dois.

Méritos para o Juventude, talvez "campeão paulista". Empatou com o Trio de Ferro e venceu Santos e Bragantino. Jogando bem. Muito bem treinado. Santos e São Paulo, que estão no bico do corvo, que se cuidem como Juventude.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon