PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Menon: Palmeiras deu moleza para Roger Guedes, do ousado Corinthians

Roger Guedes celebra o seu segundo gol na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras, pela 22ª rodada do Brasileirão - Ettore Chiereguini/Ettore Chiereguini/AGIF
Roger Guedes celebra o seu segundo gol na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras, pela 22ª rodada do Brasileirão Imagem: Ettore Chiereguini/Ettore Chiereguini/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

25/09/2021 21h00Atualizada em 25/09/2021 21h06

Foi um Derby muito bom. Muito disputado. O Palmeiras poupando muitos jogadores para o confronto contra o Atlético-MG pela Libertadores.

O Corinthians colocou o seu quarteto desde o início. Não só isso. Sylvinho foi ousado. Tirou Jô e apostou em um time com mais velocidade. Roger Guedes era o 9, mas nem tanto. Também saía da área.

Sem Jô, Sylvinho poderia colocar dois volantes. Nada disso. Apenas Cantillo. E Gabriel Pereira na frente, cada vez melhor.

E a vitória veio em dois erros do Palmeiras. Luan falhou feio, Renato Augusto tocou para Giuliano e ele achou Guedes.

O segundo gol do Corinthians foi jogada individual de Roger Guedes, que passou comi quis por Gabriel Menino, o primeiro dos garotos do Palmeiras a chegar à selecão e o mais fraco deles.

E ele fez o gol do Palmeiras, em um chute de fora da área.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon