PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

São Paulo foi muito covarde no Maracanã

Arboleda, zagueiro do São Paulo, lamenta derrota para o Flamengo - Thiago Ribeiro/AGIF
Arboleda, zagueiro do São Paulo, lamenta derrota para o Flamengo Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

25/07/2021 19h03Atualizada em 25/07/2021 19h03

No dia 21 de janeiro, o São Paulo de Fernando Diniz foi goleado por 5 x 1 no Morumbi pelo Internacional, com três gols de Yuri Alberto.

No dia 25 de julho, o São Paulo de Hernán Crespo foi goleado por 5 x 1 no Maracanã pelo Flamengo, com três gols de Bruno Henrique.

Há diferenças. Aquele time ainda lutava pelo título e vinha de outras derrotas. O de hoje luta para não cair e vinha de uma partida solidária e competitiva contra o Racing em Buenos Aires.

Não interessa o contexto. Não interessa o local. Um time grande não pode se comportar em janeiro, julho ou em algum mês do calendário maia com tanta falta de luta, de competitividade e força mental.

Houve um recuo exagerado. Sim, mas não justifica a falta de luta, de carrinho, de briga. Briga honesta, não a palhaçada que houve fora de campo.

Quem não compete, perde.

Quem não compete contra o Flamengo, perde feio. Muito feio.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon