PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Corinthians ajudou o Palmeiras com seu erro recorrente

Victor Luis comemora gol do Palmeiras após aproveitar rebote de Cássio, do Corinthians - MARCO GALVãO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Victor Luis comemora gol do Palmeiras após aproveitar rebote de Cássio, do Corinthians Imagem: MARCO GALVãO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

16/05/2021 18h02Atualizada em 16/05/2021 18h08

O Palmeiras é um time muito melhor que o Corinthians. Muito. E, mesmo pensando na história e na camisa, é preciso reconhecer a inferioridade transitória.

Assim, o Corinthians não poderia entrar em um jogo desses com um sistema defensivo tão frágil e tão mal treinado.

Não se pode dar os espaços que foram generosamente ofertados.

Não pode permitir o cruzamento do primeiro gol.

Não pode o goleiro falhar como falhou.

Não pode permitir aquela linha de passes no segundo gol.

O Corinthians é que deveria jogar no contra-ataque.

Não é a primeira vez. Foi assim nos 4 x 0 para o Palmeiras, nos 5 x 1 para o Flamengo e até nos 2 x 2 para o Palmeiras.

E a fragilidade do elenco ficou clara no final. Perdendo por 2 x 0, Jô entra.

E Luan, depois de perder pênalti, vai procurar briga.

O Palmeiras não precisava da ajuda do rival para chegar à final.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon