PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Portuguesa classificada e com promessa de ajuda dos grandes

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

15/05/2021 19h03Atualizada em 15/05/2021 19h12

Enfim, na última rodada da primeira fase da Série A-2, a Portuguesa conseguiu a classificação para as quartas de final.

Com a vitória por 3 x 0 sobre o Osasco Audax (gols de Rafael Luz e dois de Caio Mancha), a Lusa chegou a 22 pontos e ao sétimo lugar. Enfrentará o Água Santa.

A campanha da Portuguesa foi marcada por empates. Foram sete em 15 jogos. Vitórias, apenas cinco, todas a partir da oitava rodada, duas nos últimos jogos.

Há outra notícia boa. A Portuguesa tem se aproximado dos times grandes. Na sexta-feira, o presidente Castanheira almoçou com Júlio Casares, do São Paulo.

A ideia é que alguns jogadores da base de todos os grandes sejam cedidos à Lusa. Não é uma ideia nova. Sempre se fala no assunto, mas a ajuda nunca se concretizou. O maior entrave era a situação financeira caótica do clube, que terminava em atraso de salários.

As coisas mudaram. A Portuguesa fez um acordo com todos os credores e está pagando R$ 259 mil mensais. E já não há atrasos salariais.

A retomada é longa. O acesso é difícil, mas os primeiros passos estão sendo dados.

Menon