PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Acabou a tortura de Jota Júnior

Jota Júnior, narrador do SporTV: vacinado contra a covid-19 - Reprodução/SporTV
Jota Júnior, narrador do SporTV: vacinado contra a covid-19 Imagem: Reprodução/SporTV
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

13/05/2021 17h48Atualizada em 13/05/2021 18h07

Jota Júnior ligou para colegas de Araraquara. E para setoristas do São Paulo. Foi buscar informações sobre Ferroviária e São Paulo, o jogo que marca a sua volta à narração após 14 meses. "Mudou tudo, tem um monte de gente nova, preciso me atualizar novamente".

Com as duas doses de vacina tomadas, ele está novamente adaptado aos protocolos do SporTV e está pronto para narrar. "Acabou a tortura. Ficar tanto tempo sem fazer o que eu gosto, sem ir ao estádio ou ao estúdio. Antes, era quarta e domingo".

Em casa, com a mulher Sueli, Jota se dividia em relação aos companheiros. "Senti uma admiração muito grande por eles segurarem a barra e também aborrecido por não poder ajudar".

Acabou.

São Paulo x Ferroviária tem Jota Júnior.

Menon