PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Corinthians não foi digno. Foi profissional

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

09/05/2021 21h09Atualizada em 09/05/2021 21h09

O Corinthians entrou em campo para vencer. E venceu. Uma coisa normal. Esporte é isso. Entrar para vencer.

Não entendo porque chamar o ato de exercer sua profissão é dignidade. Ao dizer isso, está implícito que havia a possibilidade de o Corinthians NÃO jogar para ganhar. Para prejudicar o Palmeiras? Isso é uma ofensa a um clube centenário.

É um tipo de comentário baseado em lenda urbana. Se um time resolve entrar para perder, temos uma resolução que envolve 18 jogadores, um treinador, auxiliar e mais gente. Ora, não existe segredo sujo que resista a mais de 20 pessoas.

Para mim, seria normal o Corinthians perder. O time não está bem. Como foi normal vencer. A campanha no Paulistão é boa, quando falamos em resultado.

E quem fala na possibilidade de um time entregar o jogo, deveria provar.

Para mim, o Corinthians não foi digno. Se eu achasse isso, estaria colocando em dúvida a sua dignidade.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon