PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Abel e Crespo precisam reclamar com Galiotte e Casares

Abel Ferreira comanda o Palmeiras em treino na Academia de Futebol - Cesar Greco
Abel Ferreira comanda o Palmeiras em treino na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

06/05/2021 13h03Atualizada em 06/05/2021 19h24

Abel Ferreira, pioneiro e com mais intensidade, e agora Hernán Crespo estão reclamando do calendário brasileiro, uma insanidade potencializada pela pandemia.

São reclamações válidas. Colocam o dedo na ferida. É um grito para o público externo, principalmente torcedores.

Eles precisam gritar internamente também. Falar frente a frente com os presidentes Maurício Galiotte e Júlio Casares. Explicar a situação e pedir ajuda.

A postura dos presidentes dos clubes é totalmente submissa aos interesses da CBF. Não se colocam contra os erros dos calendários. Estão sempre alinhados, como se fossem cordeirinhos. Não se portam à altura da grandeza dos clubes que dirigem.

Se os dirigentes são parceiros da CBF, as reclamações dos técnicos se perderão no deserto. Ou se voltarão contra eles.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon