PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Galeano foi o melhor em campo. E mais dez pitacos

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

15/04/2021 00h01Atualizada em 15/04/2021 17h51

1) Futebol é caprichoso. O São Paulo levou um gol de escanteio com menos de cinco. Quase levou o segundo, também em escanteio, o que poderia definir o jogo. E no final, quase sofre o empate, também de escanteio.

2) Nada é por acaso. A zaga jogava junto pela primeira vez e Lucas Perri jogou mal, com os pés pregados na grama. Rodrigo também foi mal.

3) Cotia foi aprovada com louvor. O time começou com oito revelações e o Guarani ainda tinha Regis e Bruno Silva. Uma fábrica de bons jogadores. Para a Europa, para o São Paulo e para o Guarani.

4) Galeano foi o melhor. Participou dos três gols e salvou mais um, com ótima dividida. Muito aguerrido, na frente e atrás.

5) Liziero foi muito bem. Como não havia um volante de contenção, ele marcou muito. Até com um carrinho bem feio. Participou do segundo gol. O mais importante é que não mostrou resquícios de contusão. Estava parado havia sete meses.

6) Tales Costa mostrou muita categoria. Cabeça levantada, bom passe e projeção no ataque.

7) Benitez pode ser titular. É o jogador que pensa, como Muricy disse naquela entrevista a Muller e Alexandre Silvestre. A propalada limitação física não apareceu. Além de fazer a bola correr, ele também correu.

8) Reinaldo, que renovou contrato até o final de 22, tem uma sombra. Quase um eclipse. Wellington que, naquela partida contra o Flamengo de preocupou muito com a defesa, mostrou repertório ofensivo. Bons cruzamentos e o gol.

9) Bruno Rodrigo, Galeano e Eder...Agora há pontas. E Rojas não entrou.

10) Miranda começou mal, mas logo melhorou. O São Paulo terminou o jogo com quatro zagueiros, ele, Arboleda, Diego Costa e Rodrigo. E mais o Léo Pelé.

11) As comemorações de Vitor Bueno e Igor Gomes, ambos com Crespo, deram a impressão de um grupo unido. Muito bom.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon