PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Cruzeiro continua na B. E ninguém está preso

Felipão, técnico do Cruzeiro, durante partida contra o Juventude - Fernando Alves/AGIF
Felipão, técnico do Cruzeiro, durante partida contra o Juventude Imagem: Fernando Alves/AGIF
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

16/01/2021 21h13

A derrota por 1 x 0 para o Juventude acabou com as mínimas possibilidades de acesso do Cruzeiro. O time conseguiu apenas quatro pontos nas últimas cinco rodadas e não sobe mais.

É difícil, mas pode até cair. Está a seis pontos da zona da confusão.

Tudo começou errado. O pior foi iniciar a Série B devendo seis pontos. Como lutar assim? Com eles, estaria ainda na briga pelo acesso.

Perdeu seis pontos por causa de lambanças financeiras. Caiu por lambanças financeiras. Perdeu jogadores por lambanças financeiras.

E ninguém está preso.

Felipão?

Se não fosse ele, o time cairia

Foi nisso que se transformou?

Uma bóia para afogados?

Menon